Carbios acelera sua otimização de enzimas com recursos de triagem para milhões de enzimas em um dia

Compartilhe este post

Notícias regulamentares:

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20230417005683/pt/

Microfluidics accelerates enzymatic screening process (Photo: Carbios)

Microfluidics accelerates enzymatic screening process (Photo: Carbios)

A Carbios (Euronext Growth Paris: ALCRB) (Paris: ALCRB), empresa pioneira no desenvolvimento e industrialização de tecnologias biológicas para reinventar o ciclo de vida de plásticos e têxteis, acelerou seu processo de triagem de enzimas com uma tecnologia microfluídica desenvolvida em parceria com o Paul Pascal Research Center – uma unidade de pesquisa conjunta do CNRS – e a Universidade de Bordeaux (França), especializada em microfluídica. Esta tecnologia de ponta permite a triagem de milhões de enzimas em apenas um dia, acelerando o processo para otimizar as enzimas que descompõem os plásticos PET. Esta vantagem competitiva permite que a Carbios reduza o tempo entre a fase de P&D e a produção de suas próprias enzimas e, portanto, desenvolva soluções concretas para combater a poluição plástica de modo ainda mais rápido.

“Desde que aplicamos a microfluídica ao nosso processo de triagem, há mais de um ano, já analisamos milhões de enzimas. Antes isso levaria anos”, explicou o professor Alain Marty, diretor científico da Carbios. “Esta tecnologia dá acesso a uma grande variedade de enzimas em tempo recorde. A microfluídica nos permitiu otimizar a enzima apresentada em 2020 na revista Nature e é essa enzima otimizada que será usada em nossa primeira unidade de referência industrial em 2025.”

“A microfluídica já é amplamente utilizada em diagnósticos médicos para analisar amostras biológicas. Quando a Carbios nos procurou para usá-la em novas aplicações industriais, foi algo inédito”, disse Jean-Christophe Baret, professor da Universidade de Bordeaux e chefe de equipe no Paul Pascal Research Center, hospedado pelo CNRS. “Estamos muito felizes em desenvolver novos métodos usando o poder da microfluídica para uma causa ambiental como a redução da poluição plástica.”

Microfluídica: a ciência das gotículas

A tecnologia microfluídica permite a produção de dispositivos que lidam com quantidades muito pequenas de líquido. Cada gota gerada pode ser considerada como um microrreator independente com um volume na faixa de picolitros (10-12 litros) e contendo uma enzima específica cuja atividade de despolimerização de plásticos PET será rastreada. Essas gotículas se movem por unidades de análise do tamanho de um microchip, permitindo triagem de ultra-alto rendimento de 150 enzimas por segundo.

Anteriormente, os sistemas robóticos convencionais permitiam a triagem em formato de microplaca com um volume na faixa de mililitros (10-3 litros) e com taxas de cerca de uma enzima por minuto.

O uso de microfluídica para rastrear enzimas mais eficientes ou novas será amplamente adotado nos próximos anos, acelerando o desenvolvimento do bioprocessamento. Utilizada atualmente pela Carbios para o desenvolvimento de seu processo de despolimerização de plásticos PET, a microfluídica deve ser utilizada para acelerar o desenvolvimento de novas enzimas para outros tipos de plástico, como a poliamida.

Equipe de pesquisa da Carbios especializada em microfluídica

Os processos de microfluídica requerem conhecimentos especiais. Atualmente, a Carbios possui uma equipe de pesquisa formada por duas pessoas especializada em microfluídica em um laboratório cooperativo – com o Toulouse Biotechnology Institute (TBI)3, hospedado pelo Institut National des Sciences Appliquées (INSA)4 de Toulouse (França). Alexandra Tauzin, pesquisadora em Engenharia Enzimática e Microfluídica, e Alexandre Gilles, engenheiro especializado em Robótica, trabalham em parceria com o Paul Pascal Research Center.

Sobre a Carbios

Fundada em 2011 pela Truffle Capital, a Carbios é uma empresa de química verde que desenvolve processos biológicos e inovadores. Por meio de sua abordagem única de combinar enzimas e plásticos, a Carbios visa atender às novas expectativas dos consumidores e aos desafios de uma ampla transição ecológica, assumindo um grande desafio de nosso tempo: a poluição plástica e têxtil. A Carbios desconstrói qualquer tipo de PET (o polímero dominante em garrafas, recipientes e tecidos feitos de poliéster) em seus componentes básicos que, em seguida, podem ser reutilizados para produzir novos plásticos PET com qualidade equivalente aos virgens. A inovação dos plásticos PET, primeira do gênero no mundo, foi reconhecida em abril de 2020 em um artigo científico publicado na capa da revista Nature. A Carbios iniciou com sucesso sua fábrica de demonstração em Clermont-Ferrand (França) em 2021. Agora, a empresa deu mais um passo fundamental para a industrialização de seu processo com a construção de uma unidade inédita em parceria com a Indorama Ventures.

Em 2017, a Carbios e a L’Oréal fundaram um consórcio para contribuir com a industrialização de sua tecnologia proprietária de reciclagem. Comprometidas em desenvolver soluções inovadoras para o desenvolvimento sustentável, Nestlé Waters, PepsiCo e Suntory Beverage & Food Europa se uniram a este consórcio em abril de 2019. Em 2022, a Carbios assinou um contrato com On, Patagonia, PUMA e Salomon, a fim de desenvolver soluções que promovam a capacidade de reciclagem e circularidade de seus produtos. A PVH Corp. se uniu a este consórcio em janeiro de 2023.

A empresa também desenvolveu uma tecnologia de biodegradação enzimática para plásticos de uso únicoàbase de PLA (um polímero de origem biológica). Esta tecnologia pode criar uma nova geração de plásticos que são 100% compostáveisàtemperatura ambiente, integrando enzimas no coração do produto plástico.

Para mais informações, acesse www.carbios.com/en / Twitter: Carbios LinkedIn: Carbios Instagram: insidecarbios

A Carbios (ISIN FR0011648716/ALCRB) é elegível para o PEA-PME, um programa do governo francês que permite que seus residentes que investem em pequenas e médias empresas se beneficiem de descontos no imposto de renda.

Esta tradução é apenas para fins informativos.

Em caso de discrepância com a versão original deste comunicadoàimprensa, a versão original irá prevalecer.

1 Centre de Recherche Paul Pascal (CRPP)

2 Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS)

3 Toulouse Biotechnology Institute (TBI)

4 Institut National des Sciences Appliquées (INSA)

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

CARBIOS

Melissa Flauraud

Assessoria de Imprensa

[email protected]

Benjamin Audebert

Relações com Investidores

[email protected]

+33 (0)4 73 86 51 76

Assessoria de Imprensa (Europa)

Iconic

Marie-Virginie Klein

[email protected]

+33 (0)1 44 14 99 96

Assessoria de Imprensa (EUA)

Rooney Partners

Kate L. Barrette

[email protected]

+1 212 223 0561

Assessoria de Imprensa (DACH)

MC Services

Anne Hennecke

[email protected]

+49 (0)211 529 252 22

Fonte: BUSINESS WIRE

Confira outras notícias: