Previous
Next

Correção: São Paulo é um dos estados com mensalidade escolar mais cara

Compartilhe este post

A matéria estava com o título errado e faltando um trecho importante no parágrafo 4. Segue a versão corrigida:

Escolher a escola para os filhos não é uma tarefa fácil. São inúmeras as questões que precisam ser avaliadas para a tomada de decisão. Dentre elas, o valor da mensalidade é um dos fatores que mais pesam no momento de escolha. 

Assim, buscando ajudar os pais que já estão começando a analisar o valor das escolas particulares, o marketplace Melhor Escola fez um levantamento do valor médio da mensalidade das escolas particulares com as mais de 7 mil instituições de ensino parceiras ao redor do Brasil.

A análise foi extraída do banco de dados dos portais no dia 17/09/2022 e considerou a média das mensalidades das escolas parceiras do programa de bolsa do portal. Além disso, foram consideradas as mensalidades cheias declaradas pelas escolas.

Os dados foram divididos nas etapas de ensino da educação básica. Ou seja, obteve-se a média, por estado, do Ensino Infantil, Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II e Ensino Médio. Em relação à média geral, o estado de São Paulo foi o que apresentou um dos maiores valores médios de mensalidade, sendo R$ 1.139,78. Ele ficou atrás apenas do Acre que teve como média geral R$ 1.154,51.

Além disso, a média do Ensino Infantil do estado paulista foi de R$ 1.065,05, a do Ensino Fundamental I de R$ 1.069,48 e a do Ensino Fundamental II de R$ 1.471,88. O valor médio do Ensino Médio foi o maior, sendo de R$ 1.532,43.

Já o estado com menor valor médio geral de mensalidade foi Alagoas, que obteve média de R$ 388,21. Os preços por ciclo de ensino do estado também foram os menores apresentados pela pesquisa, sendo R$ 337,11 para o Ensino Infantil, R$ 377,99 para o Fundamental I, R$ 429,15 para o Fundamental II e R$ 603,49 para o Ensino Médio.

É possível acessar a pesquisa completa através do link a seguir: https://www.melhorescola.com.br/mensalidade-media-2022.pdf

Confira outras notícias: