Previous
Next
Previous
Next

Boletim de Síndromes Gripais de Uberaba se torna referência no Estado

Compartilhe este post

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde, foi parabenizada pela qualidade do Boletim Epidemiológico das Síndromes Gripais produzido pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica.
Os cumprimentos vieram da Coordenação de Programas de Vigilância de Doenças Transmissíveis Agudas (CPVDTA) da Diretoria de Vigilância de Agravos Transmissíveis (DVAT), ligada à Superintendência de Vigilância Epidemiológica do Estado de Minas Gerais.
O documento, disponibilizado no site da Prefeitura de Uberaba, conta com dados referentes à realidade da circulação de vírus respiratórios em Uberaba.
Uma vez que a elaboração de Informes Epidemiológicos é uma meta a ser atingida dentro do Programa de Vigilância Sentinela da Síndrome Gripal em Minas Gerais, o Estado solicitou a disponibilização do arquivo de Uberaba para ser divulgado entre referências estaduais do Programa de Vigilância dos Vírus Respiratórios e referências das Unidades de Vigilância Sentinela Estaduais, visando trocar experiências entre referências técnicas, além de estimular a elaboração do boletim nas demais unidades e municípios.
O relatório apresenta o cenário epidemiológico do Município, com o número de casos e indicativo de pacientes com síndrome gripal, testados para o referido painel de vírus respiratório, bem como propõe recomendações para subsidiar as ações de vigilância, prevenção e controle da influenza e outros vírus respiratórios em Uberaba.
“Com esses dados, o município consegue fazer a análise de como está a situação das síndromes gripais no Município, para gerar políticas públicas e assim atuar de maneira efetiva na transmissão do vírus para a população”, explicou a chefe da Seção de PNPS e Vigilância de Agravos, Bruna Pimenta Oliveira.

As informações correspondem ao período de 2022 até o mês de maio de 2023. Os dados são referentes às amostras enviadas à Fundação Ezequiel Dias (Funed), por meio do Laboratório Central de Saúde Pública de Minas Gerais (Lacen), o qual contribui de diversas formas para o controle das doenças causadas por vírus respiratórios.

Confira outras notícias: