Previous
Next

Entidades recebem doações de áreas públicas aprovadas pela Câmara Municipal

Compartilhe este post

Com a aproximação do fechamento do ano, o governo municipal intensificou o envio de Projetos de Lei que autorizam doações de áreas públicas para votação na Câmara Municipal de Uberaba. Por causa do ano eleitoral, projetos desta natureza não poderão ser votados em 2024. Na última quarta-feira (29) foram pelo menos cinco matérias aprovadas.

Uma delas tratou da doação de área para a Cooperativa dos Recolhedores Autônomos de Resíduos Sólidos e Materiais Recicláveis de Uberaba (Cooperu), com direito de uso pelo prazo de 25 anos. O PL atendeu a uma demanda repassada ao Executivo pelo líder do governo, vereador Almir Silva, e pelo presidente do Legislativo, Fernando Mendes.

Atualmente a Cooperu se encontra instalada em um terreno de 30.836,70m², situado no Distrito Industrial 1, sendo que a expansão será feita com o acréscimo de uma área de 7.749,50m2. De acordo com o projeto, a demanda não interfere no projeto de concessão comum para coleta, transtorno, triagem, transporte e destinação final ambientalmente adequada de resíduos sólidos domiciliares realizado pelo Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Regional do Vale do Rio Grande (Convale), onde o município de Uberaba faz parte do projeto. Ainda de acordo com a matéria, o projeto do consórcio pretende realizar várias melhorias e investimentos junto a cooperativa, sendo que a cessão do terreno facilitará os investimentos realizados. 

A Associação Beneficente Filhos de Maria de Uberaba também foi beneficiada com a concessão de área pública, pelo prazo de 25 anos, podendo ser prorrogável. O projeto foi elaborado a pedido da vereadora Luciene Fachinelli, que quis disponibilizar espaço físico que contemple toda a estrutura necessária para implantação do Centro de Assistência de Desigualdade Social e Combate à Fome (Cades).

O local será utilizado para o plantio de horta comunitária e a construção de uma cozinha industrial para a produção de refeições destinadas a comunidade carente e salas de atendimento para integração e ações sociais. Atualmente o Cades promove ações comunitárias e sociais no combate à desnutrição e à fome, além de ações voltadas para a promoção da convivência familiar e comunitária dos indivíduos e grupos por meio da prática de atividades socioeducativas, culturais, de saúde alimentar, visando a melhoria na qualidade de vida.

A associação é composta por voluntários que atuam na distribuição de kits de higiene pessoal, cestas básicas, peças de roupas, entre outros, nos bairros Gameleira III, Residencial Anatê, Praça da Coreinha e Residencial 2000.

A única ressalva é de que a área a ser construída deve respeitar o limite de 350m², dentro dos 542,41 m² do terreno destinado à instituição, situado no Loteamento das Gameleiras.

Da mesma forma, a Associação Esportiva e Cultural Atleta Independente (AECAI) vai receber área 5.481,28 m² situada no Loteamento Reynaldo Mendes. O projeto foi uma solicitação do vereador Luizinho Kanecão. No local será construído um Centro de Treinamento Esportivo e Cultural, assim como salas para realização de reforço escolar e acompanhamento psicológico para crianças e jovens.

Atualmente a associação atende aproximadamente 180 crianças e adolescentes, entre 5 e 17 anos, com atividades de futebol de campo (no Campo do Independente), além de futebol de salão na quadra do Instituto dos Cegos. Número que poderá ser ampliado pós a construção da sede própria.

A AECAI conta com 20 voluntários e realiza suas atividades considerando o conjunto sócio familiar, abrangendo o indivíduo, a família e a comunidade. Foi esclarecido ainda que a entidade oferece às crianças e adolescentes café da manhã, lanche da tarde e uniformes.

Outra beneficiada foi a Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Uberaba, a pedido do vereador Pastor Eloísio. O prazo é de 25 anos, que pode ser prorrogado.

O terreno público doado conta com 1.000,49m² e fica situado no Jardim Maracanã. No local serão construídas salas para expansão e continuidade das ações e projetos sociais oferecidos à comunidade. Entre as atividades, são desenvolvidas aulas com temáticas transversais para crianças, palestras para mulheres voltadas para saúde mental e autoestima, palestras para casais, aulas de músicas e distribuição de cestas básicas.

A igreja também conta com uma equipe de sete voluntárias, entre elas pedagogas, psicólogos e assistentes sociais profissionais da área da saúde. As profissionais acompanham mães que estão enfrentando depressão no período pós parto, dificuldades na amamentação, assim como aquelas que tiveram perda de recém-nascido ou possuem filhos com diagnóstico de autismo e TDH. Todas são encaminhadas para a rede de atendimento do Município, quando necessário. Um departamento jurídico também auxilia na orientação gratuita de pessoas e famílias.

Confira outras notícias: