Ícone do site Folha de Uberaba

Município de Uberaba participa de pesquisa Nacional de Saúde Bucal

O Município de Uberaba está participando do SB Brasil, Pesquisa Nacional de Saúde Bucal (vigência 2021-2022). Esse é um estudo sobre as condições de saúde bucal da população brasileira que deve ser realizado com aproximadamente 50 mil pessoas que moram em 422 municípios (395 cidades do interior, 26 capitais e o Distrito Federal), informa a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Departamento de Saúde Bucal.

O objetivo do levantamento é proporcionar à gestão do SUS informações para o planejamento de políticas e programas de promoção, prevenção e assistência em saúde bucal, em três esferas: nacional, estadual e municipal. A pesquisa está sendo conduzida pelo Ministério da Saúde, por meio da Coordenação Geral de Saúde Bucal.

“É importante a divulgação dessa pesquisa porque a coleta de dados será feita em domicílio. Em decorrência da pandemia, foram reforçadas as medidas de biossegurança, trazendo maior proteção para a população avaliada e aos pesquisadores. Os profissionais que farão a pesquisa já atuam na Atenção Primária e assumirão um papel fundamental na composição das equipes de campo”, informou a chefe do Departamento de Saúde Bucal da SMS, Márcia Nomelini.

Em Uberaba, o setor censitário sorteado é o bairro Estados Unidos, e a equipe, composta de cirurgiã-dentista, auxiliar de Saúde Bucal e agente comunitária de Saúde, visitará os domicílios sorteados para a realização da entrevista e do exame clínico bucal. O estudo visa identificar doenças mais prevalentes, como cárie dentária, doenças periodontais, necessidade de próteses dentárias, condições de oclusão, traumatismo dentário e o impacto dessas doenças na qualidade de vida, entre outros aspectos. A expectativa é que as visitas às residências comecem entre 13 e 17 de junho, conforme informações repassadas à Secretaria de Saúde.

Entre os parceiros do levantamento está a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com apoio de estados, Distrito Federal e municípios, instituições representativas da odontologia, outras universidades e institutos de pesquisa em saúde pública.

A população referência do levantamento em 2021 será composta por brasileiros residentes em domicílios particulares permanentes, localizados em regiões urbanas de todo o território nacional. Serão entrevistadas e examinadas em suas casas pessoas com idades de 5 anos e de 12 anos, além de grupos etários de 15 a 19 anos, 35 a 44 anos, 65 a 74 anos.

Sair da versão mobile