Previous
Next
Previous
Next

A importância de se economizar em meio à inflação alta

Compartilhe este post

Com a alta da inflação, alguns pontos da vida do brasileiro têm pesado no bolso no fim do mês. O economista Felipe Bernardi Capistrano Diniz da dicas de como combater a inflação e como organizar as finanças em meio à crise.

Em 2021, o custo do transporte foi o que mais doeu no bolso dos brasileiros: com uma inflação de 21,03%, influenciado pelos combustíveis, com o encarecimento do etanol (62,2%), da gasolina (47,5%) e do diesel (46%). Isso por conta do aumento do preço do petróleo no mercado internacional, da taxa de câmbio ampliando o custo de aquisição e da política de preços adotada pela Petrobras.

O economista destaca que depois do transporte, o grupo de habitação teve uma alta de 13,05%, influenciada pelo aumento no preço do botijão de gás (36,9%), da energia elétrica residencial (21,2%); e dos alimentos (7,94%).

“Apesar das grandes contas merecerem atenção, podemos fazer cortes em itens que gastamos sem perceber. São aquelas despesas pequenas que não colocamos no papel e quando percebemos estamos no vermelho. De R$ 50,00 em R$ 50,00 chegamos a R$ 1.000,00 rapidinho, por isso é importante colocar todos os gastos no papel”, alerta Felipe Bernardi Diniz.

Confira outras notícias: