Acidentes ocupacionais cresceram 14% em 2022

Compartilhe este post

Dados do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho apontaram 612,9 mil notificações de acidentes ocupacionais em 2022, um aumento de 14,3% em relação ao ano anterior – que somou 536,1 mil registros. A falta de segurança para a prática de atividades laborais tem sido um dos motivos de maior prejuízo às empresas e também ao Governo, que cada vez mais arca com um número maior de afastamentos.

Dados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) mostram que em 2022 foram concedidos 48 mil benefícios previdenciários a pessoas que sofreram acidentes de trabalho. Uma das soluções cada vez mais adotada pelas empresas para a diminuição dos afastamentos, a ISO 45001, Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional, possibilita a redução dos riscos de acidentes, doenças profissionais e de custos, implementando diretrizes de segurança para toda a organização.

“Ao procurar um organismo certificador para validar em auditoria a implementação da norma, a empresa vai ser avaliada e orientada de quais pontos devem ser melhorados, se é necessária uma fiscalização, se a obrigatoriedade de equipamentos de segurança está sendo cumprida ou se são necessárias ações educacionais para os colaboradores”, explica Paulo Bertolini, diretor-geral da APCER Brasil, certificadora de origem portuguesa com atuação internacional.

A ISO 45001 pode ser aplicada a organizações de todos os setores e tamanhos, e possui fácil integração com outros padrões ISOs, como a ISO 9001 – Sistema de Gestão da Qualidade – e ISO 14001 – Sistema de Gestão Ambiental. “A redução de custos também é notória, considerando que com menos trabalhadores acidentados, maior será a continuidade do negócio. A norma também traz maior motivação na empresa pela garantia de um ambiente de trabalho seguro e saudável”, completa Bertolini.

Movimento Abril Verde

O mês foi escolhido por 28 de abril ser o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, data em memória ao acidente ocorrido no mesmo dia em 1969, nos Estados Unidos, no qual 78 trabalhadores perderam a vida na explosão de uma mina.

O movimento possui ações de conscientização sobre a importância de zelar pela saúde e segurança ocupacional, promovendo uma cultura de prevenção de acidentes de trabalho, além de reforçar a importância de notificar os casos.

Confira outras notícias: