Consórcio é opção para empresários expandirem os negócios

Compartilhe este post

Em alta pelas facilidades oferecidas, como o baixo valor das parcelas e possibilidade de planejamento, o mercado de consórcios acumula resultados positivos e se consolida como uma alternativa para os brasileiros. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC) o setor cresceu cerca de 12,8% na venda de novas cotas, entre os meses de janeiro e março de 2023, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

A modalidade é uma opção para quem precisa comprar, trocar, construir ou reformar um imóvel ou, ainda, quitar o financiamento do bem atual, trocando parcela maior, com encargos financeiros elevados, por uma parcela menor sem juros.

Segundo José Climério Silva Souza, Diretor Executivo do Consórcio Nacional Bancorbrás, o consórcio para pessoa jurídica é uma modalidade que ajuda empresas de pequeno, médio e grande porte a conquistarem aquisições importantes para o crescimento de seu negócio. “Quem não tem o hábito de poupar e investir encontra no consórcio a melhor opção, pois não é preciso se comprometer com valor de entrada e pagamento de juros, como acontece com o financiamento. Assim, é possível planejar a aquisição de uma sede própria ou a reforma do escritório, por exemplo, contribuindo mensalmente com parcelas mensais que cabem no orçamento”, afirma o executivo.

Entrar em um consórcio é bem simples. O empresário escolhe a carta de crédito no valor desejado e, após a contemplação da cota com o crédito, define como o recurso será utilizado, se na aquisição de um novo bem ou em investimento no atual. “Na aquisição da cota, o valor das parcelas é definido de acordo com as expectativas da empresa e sem cobrança de juros. Sabendo o valor necessário para o investimento, o empreendedor consegue escolher a quantidade e o valor das parcelas. Assim, pode contratar o plano que mais se enquadre no orçamento e assim evitar dores de cabeça no futuro”, complementa José Climério.

Além disso, é possível que os consorciados antecipem a contemplação da carta de crédito por meio da oferta de lances, livres ou fixos conforme as características do grupo a que aderir. “Consórcio e planejamento são praticamente sinônimos. A modalidade é ideal para quem deseja investir no próprio negócio e de forma inteligente”, finaliza José Climério.

Confira outras notícias: