Diversidade é a marca da Mostra Autoral do FestMAO

Compartilhe este post

Uma variedade de estilos, diversas propostas sonoras, muitos sotaques. É isso o que o público poderá conferir nos dias 20 e 21 de maio, na Mostra Autoral da segunda edição do FestMAO – Festival de Música e Arte de Ribeirão Preto. Nos dois dias da mostra, oito bandas se revezarão no palco do Armazém Baixada (rua Duque de Caxias, 141, Centro).

Serão trabalhos que vão do samba ao folk, do pop ao rock, passando também pela MPB, pelo jazz e pelo rap: Catarina no Sofá, de Descalvado (SP); Tata Chama e as Inflamáveis, de Juiz de Fora (MG); Mununu, de Poços de Caldas (MG); Folk na Kombi, de São Paulo (SP); Quadrilha, de João Pessoa (PB); Janine Mathias, de Curitiba (PR), Dresden e Chic Hernandez, ambas de Ribeirão Preto (SP). O acesso aos shows é gratuito e solidário, mediante doação de 1 kg de alimento não perecível.

“Estamos animados para fazer esse show, pois é uma oportunidade muito legal de nos apresentarmos para um público diferente do nosso e que vai comparecer ao festival para assistir a outras bandas”, diz Chicão Gaspar, integrante da Chic Hernandez.

Os nomes do line-up foram selecionados entre as 163 inscrições feitas para esta edição, vindas de 73 cidades, de 14 estados brasileiros. Entre os critérios avaliados pela equipe de curadoria do FestMAO para a Mostra Autoral foram considerados a obrigatoriedade de letras em português, formação mínima da banda com três integrantes a partir de 18 anos e a autoralidade do trabalho.

Com três EPs lançados desde 2019 e o recém-lançado single “Desentristecer”, a banda Quadrilha vem da Paraíba trazendo na bagagem a tradição da música vocal brasileira de grupos como Boca Livre e Quarteto em Cy. “Nosso som carrega a influência da musicalidade nordestina entre baladas e baiões e todos os arranjos são construídos tendo como principal elemento a harmonia vocal”, afirma Elon Damasceno, um dos quatro vocalistas do grupo.

Desafio na escolha
Para o cantor e compositor Eduardo Machado, um dos curadores da Mostra Autoral, a tarefa de seleção das bandas foi desafiadora. “A qualidade do material recebido superou as expectativas, tanto na parte técnica como na musical. Uma amostra muito rica da pluralidade cultural do Brasil”, comenta. Além de Machado, a equipe de curadoria é formada por Allê Trajan, cantor, compositor e diretor artístico do festival, a multiartista, ativista e cantora Preta Ferreira, e a cantora e compositora Ekena, que também fará uma apresentação no festival.

A diversidade vai levar o ambiente sonoro do Armazém Baixada do folk ao samba, da metrópole ao interior. “Moramos na cidade, mas também temos influência do mato. O que trazemos do interior é a simplicidade, a sonoridade dos instrumentos característicos do folk, gênero que dialoga muito com a música caipira brasileira. Mas nosso som é contemporâneo, traz também muito do asfalto e da poesia que encontramos nas esquinas, na noite e no movimento cultural paulistano. O público pode esperar o nosso melhor”, explica Nô Stopa, voz, violão e bandolim da Folk na Kombi, que vem da capital paulista para a primeira apresentação em Ribeirão Preto.

Outra atração que faz sua estreia nos palcos da cidade é Janine Mathias, que vem de Curitiba, capital paranaense, para mostrar toda a potência de seu samba, estilo que a conquistou, mas que não apagou o rap de sua trajetória. “São duas coisas que fazem parte do meu sangue e da minha história. Me sinto ainda dentro do rap cantando samba e sinto que o público vai sempre se surpreender e com o tempo entender que estas duas vertentes fazem parte do meu trabalho, da minha existência e de como eu vejo a vida”, diz a artista. Segundo ela, ser uma mulher preta torna os caminhos mais tortuosos e o FestMAO é uma oportunidade de ser entendida, visibilizada e valorizada. “Faz com que eu tenha mais certeza do que eu faço e que vou fazer, independentemente de onde esteja no mundo”, finaliza Janine.

Participações especiais
Além dos artistas selecionados, ainda constam na programação shows especiais de encerramento. No sábado (20), ao final quem se apresenta é a cantora Mariana Aydar e no domingo (21), quem encerra o festival é a cantora Ekena.

Ganhadora do Grammy Latino 2020 na categoria de Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa, Mariana Aydar tem cinco discos de estúdio e um documentário lançado. Em 2019, lançou seu álbum mais recente, Veia Nordestina. Presente na trilha sonora da novela “Travessia”, recém-encerrada na TV Globo, com a música “Espumas ao Vento”.

Natural de Araraquara (SP), Ekena é mulher, mãe, esportista, cantora, compositora e desponta como uma das grandes artistas da nova MPB, trazendo temas inerentes ao mundo da mulher contemporânea. O single “Todxs Putxs” tornou-se um hino feminista e foi destaque no Big Brother Brasil. Ekena se prepara para alçar novos voos com o lançamento do seu segundo álbum de estúdio “35”. Atualmente, assume uma fase mais pop e dançante. “Estou muito feliz em participar de um festival aqui no interior, reunindo pessoas que trabalham para fomentar a cena, que é muito bonita e muito forte, tem muitos artistas incríveis. É uma grande honra ter participado da curadoria e também fazer o encerramento do FestMAO”, comenta Ekena.

Outras mostras
A Mostra Autoral é a principal atração do FestMAO, mas não a única. Nesta edição, mais três mostras compõem o festival: Redes & Encontros, Gerações; Integração, além de intervenções como o Palco Livre e duas feiras na cidade: a Feira do Coletivo e a Feira de Vinil.

O FestMAO é contemplado pelo ProAC (Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo), com realização do Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. A produção é da Trajan Produções e Capacle Produções e conta com as parcerias institucionais do Sesc, Sesi e Biblioteca Sinhá Junqueira.

O evento teve início na última terça-feira (16) e acontece em quatro pontos da cidade (Armazém Baixada, Sesc, Teatro Sesi e Biblioteca Sinhá Junqueira), com atividades presenciais e on-line. Toda a programação é gratuita.

Para saber mais sobre o FestMAO:

Instagram: https://www.instagram.com/fest.mao/

Facebook: https://www.facebook.com/fest.mao

YouTube: https://www.youtube.com/@PalcoFestMAO

Site: https://festmao.com.br/

Foto: Danilo Marques

Confira outras notícias: