Marketplaces demandam táticas para vencer concorrência

Compartilhe este post

Foi-se o tempo em que, para abrir uma loja e faturar com a venda de produtos ou serviços era necessário investir em um espaço físico. De uns anos para cá, cada vez mais, iniciar um negócio no comércio eletrônico tem se tornado a aposta de muitos brasileiros, fenômeno que deve crescer ainda mais nos próximos anos.

Para se ter ideia, segundo uma projeção do relatório Global Payments Report, divulgado pela Worldpay from FIS, o e-commerce deve crescer 95% no Brasil até 2025. A nível mundial, a expectativa é que a modalidade avance 55,3% nos próximos dois anos. 

Paralelamente, dados da pesquisa EQI (E-commerce Quality Index), realizada pela Lett, empresa pertencente ao grupo Neogrid, preveem que as vendas do comércio eletrônico da América Latina devem aumentar para cerca de US$ 192 bilhões (R$ 956,93 bilhões) até 2025 – uma expansão de de US$ 44 bilhões (R$ 219,30 bilhões), ou seja, 29,7% quando comparado com o ano de 2022.

Apesar das expectativas positivas, Rafael Fernandes, founder do Festejante – marketplace gratuito para usuários e fornecedores do setor de festas e eventos -, destaca que as vendas no ambiente on-line também demandam atenção, considerando que o mercado on-line está cada dia mais competitivo.

“Não basta apenas cadastrar os seus produtos em um marketplace, é preciso se destacar frente à concorrência disponível no site. E, para isso, algumas estratégias são fundamentais para o cliente escolher o seu produto”, explica.

A seguir, Fernandes lista uma série de orientações que podem ser observados por quem pretende se destacar em um marketplace: 

1 – Fotos de qualidade

“Boas fotos, nítidas e bem produzidas, podem melhorar a conversão”, afirma. Segundo um estudo da Lett, três imagens é o ideal para se oferecer uma boa experiência de compra online. Ainda assim, apenas 33% dos produtos avaliados pelo levantamento possuem pelo menos três imagens.

2 – Descrição detalhada

“Invista em uma descrição detalhada do seu produto, passando pelas características e  diferenciais. Além disso, fazer um comparativo com outros produtos do mesmo segmento auxilia na decisão do cliente, além de indexar mais facilmente aos mecanismos de busca”. A propósito, 36% dos e-consumidores afirmam que informações sobre o produto estão entre os fatores que mais influenciam na decisão de compra on-line.

3 – Preço atrativo

De acordo com a pesquisa EQI, preços e promoções (76,5%) são o principal diferencial de um empreendimento digital. “Verifique se o seu preço está atrativo em comparação a outros do mesmo patamar que o seu, pois, como vimos, o preço é um dos grandes fatores de escolha dentro de um marketplace”, diz Rafael Fernandes.

4 – Informações adicionais

“Em um ambiente altamente competitivo, como tem se tornado, cada vez mais, o mercado digital, é preciso ir além do básico”, afirma. “Por isso, traga informações adicionais que aumentem a credibilidade do seu negócio”. Como exemplo, o especialista afirma que é interessante deixar claro para o público o tempo de mercado da empresa, se ela possui CNPJ, se há endereço físico e clientes relevantes etc.

5 – Respostas rápidas

Por fim, o fundador do Festejante observa que a comunicação com os clientes deve ser uma das maiores preocupações de quem atua com marketplaces. “Não deixe o cliente esperando por horas ou dias. Fique atento às mensagens do seu público, pois está mais do que claro que respostas rápidas ajudam, e muito, na decisão do consumidor”, conclui.

Para mais informações, basta acessar: https://festejante.com.br/

Confira outras notícias: