Mercado livre de energia é tema de ebook online

Compartilhe este post

O mercado livre de energia tem ganhado cada vez mais relevância no Brasil, especialmente entre os empresários que buscam reduzir custos e aumentar a eficiência energética em seus processos produtivos. De acordo com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), somente em 2021, foram 5.563 novas Unidades Consumidoras (UCs), batendo o recorde em adesões por ano.

Com a abertura do mercado para todos os consumidores conectados em alta tensão, muitos consumidores e empresas têm demonstrado interesse em migrar para o ambiente de contratação livre. Segundo a Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), o Mercado Livre de Energia pode proporcionar em média 30% de economia na conta de luz.

No entanto, apesar das vantagens, muitos consumidores ainda têm dúvidas sobre o funcionamento do mercado e as oportunidades que ele pode oferecer. É nesse contexto que a empresa Nova Energia lançou o eBook “Entenda o Mercado Livre de Energia”, com o objetivo de auxiliar consumidores e empresas a compreender os conceitos básicos do mercado e como migrar para o ambiente de contratação livre.

O eBook apresenta informações claras e objetivas sobre as vantagens e desvantagens do mercado livre de energia, além de explicar quem pode aderir e como aproveitar ao máximo as suas oportunidades. 

“Como este perfil de consumidor ainda não está tão acostumado com a dinâmica do ACL, disponibilizamos um material que explica de forma pragmática o mercado e suas vantagens”, afirma Pedro Silva, head comercial da Nova Energia.

O eBook “Entenda o Mercado Livre de Energia” está disponível gratuitamente para download no site da empresa, que também oferece serviços de consultoria e gerenciamento de energia para quem deseja ter um suporte personalizado em suas operações no Mercado Livre.

Para conferir o material basta acessar aqui: https://materiais.novaenergia.com.br/ebook_mle ou seguir @novaenergiacom para acompanhar o mercado livre de energia e as novidades do setor.

Confira outras notícias: