Yakult promove Dia das Mães com o foco voltado para a saúde

Compartilhe este post

O Dia das Mães, comemorado no segundo domingo de maio – neste ano será dia 14 –, é uma data de grande expectativa porque é o momento de reunir as famílias para festejar. A celebração surgiu em 1858, nos Estados Unidos, por iniciativa da ativista Ann Maria Reeves Jarvis, que criou o Mothers Days Works Clubs inicialmente com objetivo de diminuir a mortalidade das crianças. No Brasil, o Dia das Mães é comemorado oficialmente desde 1932.

Mais do que uma data comercial, o mês das mães convida à reflexão sobre a importância e o papel da maternidade. Muitos são os desafios impostos à tarefa de gerar e criar um filho para mulheres em diferentes situações, que envolvem sentimentos que vão da alegria ao medo e à insegurança, entre outros que podem ser experimentados por mulheres de todas as idades. Mas alguns autores sugerem que a maternidade pode converter-se em uma experiência psicologicamente transformadora e capaz de promover um efeito ‘curativo’ para a mulher que se torna mãe.

A saúde materna é outro tema de extrema relevância no mês das mães, uma vez que muitas mulheres e bebês ainda morrem, em todo o mundo, tanto por falta de cuidados como por doenças que poderiam ser controladas – a exemplo de diabetes gestacional, pré-eclâmpsia e eclâmpsia. Para estruturar e organizar a atenção materno-infantil no Sistema Único de Saúde (SUS), o Ministério da Saúde mantém o projeto Rede Cegonha, iniciativa que completa 12 anos em 2023. O projeto qualifica os serviços ofertados pela rede pública de saúde desde o planejamento familiar, confirmação da gravidez, pré-natal, parto e puerpério até os cuidados com a criança a partir do nascimento seguro, crescimento e desenvolvimento saudável.

Pesquisadores também investigam os benefícios da alimentação para uma maternidade saudável, com especial atenção aos alimentos e suplementos. Entre as recomendações está aumentar o consumo de frutas – inclusive sucos naturais sem conservantes –; queijos, leites (incluindo fermentados); raízes, como inhame e batata-doce; castanhas, amêndoas, nozes; verduras, legumes e hortaliças; grãos, de preferência integrais; e carnes (com frango e peixe mais vezes na semana do que a carne vermelha).

O uso de probióticos também vem sendo cada vez mais indicado nesta fase da vida da mulher, e vários estudos comprovam os benefícios dessas cepas para a saúde das mães e das crianças. Entre eles estão o artigo ‘Efeitos da suplementação de probióticos em gestantes’ e o artigo ‘Impactos de suplementação de probióticos na prevenção de complicações maternas durante a gestação’. As pesquisas indicam, por exemplo, que os probióticos podem ajudar a regular a composição da microbiota da mulher e sugerem um papel protetor para evitar a pré-eclâmpsia, o diabetes mellitus gestacional, as infecções vaginais, o ganho de peso materno-infantil e as doenças alérgicas.

Campanha

Para celebrar o Dia das Mães e estimular o consumo de alimentos saudáveis, a Yakult lança uma campanha promocional que será desenvolvida de 02 a 13 de maio por meio dos comerciantes autônomos que atuam em várias regiões do Brasil. Para saber mais sobre a campanha, basta acessar o site www.yakult.com.br.

Mais informações
Fundada em 1955 pelo médico e pesquisador Minoru Shirota, a Yakult Honsha, sediada em Tóquio, no Japão, pesquisa os microrganismos probióticos promotores da saúde há mais de 80 anos. Presente em 40 países e regiões, a marca faz parte dos hábitos alimentares diários de 40 milhões de consumidores no mundo. A filial brasileira completa 55 anos em 2023. Para outras informações, basta acessar o site ou as redes sociais da empresa: Facebook/yakultbrasiloficial Instagram@yakultbrasil.

Confira outras notícias: