Ceasa abre semana com grande volume de vendas

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A unidade da Ceasa Uberaba abriu esta semana, neste dia 14, com grande movimentação de vendas na “pedra” dos produtores. A maioria dos produtos apresentou variação de alta nos preços.

De acordo com o diretor de Abastecimento da Secretaria do Agronegócio, Mauro Genésio, 38 agricultores participaram das vendas na “pedra”, nesta segunda-feira, com ocupação de 46 espaços. O dirigente enfatizou que o movimento foi intenso, com excelente volume nas comercializações, o que demonstra que investir na produção de hortifrutigranjeiros continua com campo aberto e promissor em Uberaba.

Os preços, segundo cotação Ceasa, variaram, na sua grande maioria, para cima. A tabela mostra que o chuchu puxou a fila das majorações. O produto, comercializado a R$25,00 na última semana, saiu nesta segunda a R$60,00 a caixa de 22 quilos (mais de 100% de aumento). A caixa da abobrinha seguiu a tendência de alta e dobrou de preço, passando de R$40,00 para R$80,00 a caixa de 22 quilos. O outro acréscimo acentuado foi registrado pela vagem, que voltou à casa dos R$110,00 a caixa de 13 quilos.

Outros hortifrutigranjeiros tiveram aumento, porém, em proporções menores. É o caso do tomate, que depois de quedas seguidas, voltou a subir. De R$40,00 pulou para R$60,00 a caixa de 22 quilos neste começo de semana. Também subiram, só que em média R$10,00 a caixa, produtos como jiló – R$60,00 para R$70,00, mandioca – R$40,00 para R$50,00, beterraba – R$50,00 para R$60,00 e repolho – R$30,00 para R$40,00 a caixa.
No mercado estável mantiveram a batata lisa e a cenoura. A batata na casa dos R$110,00 a saca com 50 quilos e a cenoura – R$40,00 a caixa de 22 quilos. Preços da última quinta-feira, dia 10 de junho.

Assim, nesta segunda, dia 14, queda mesmo só por conta das folhosas e isto, salientou Mauro Genésio, devido à grande oferta destes produtos. No final das vendas, folhosas como a alface, a cebolinha e o almeirão, que custam, em média, R$15,00 a dúzia, saíram por até R$10,00.

A comercialização na “pedra” dos produtores retomará seus trabalhos na quinta-feira, dia 17, a partir das seis da manhã. Já os boxes da Ceasa funcionam de segunda a sexta, das 7h às 18 horas.

Confira outras notícias:

Opinião

TDAH e os desafios na escola

*Margarete Chinaglia Na escola, há crianças que sentem como um turbilhão de coisas acontecendo ao mesmo tempo: são lápis e