Centro de Referência em Saúde da População LGBT+ realiza acolhimento noturno

Compartilhe este post

A partir desta quarta-feira, 10, o Centro de Referência em Saúde da População LGBT+ (Cresp) inicia acolhimento no período estendido, uma vez por semana, até às 21h.
“A procura pelo serviço tem crescido, gradativamente, e temos acompanhado a necessidade de possibilitar que este acolhimento ocorra também em período noturno, para atender àquelas pessoas que, por algum motivo, não têm disponibilidade dentro do horário comercial e precisam de atendimento”, explicou a coordenadora do Cresp, Karina Nogueira Gomes.

Ela ainda ressaltou que o acolhimento é de demanda espontânea. “As pessoas podem vir diretamente ao Centro de Referência. No primeiro atendimento, o paciente passa por um acolhimento, onde são identificadas as necessidades do usuário”, informou a coordenadora. Posteriormente, é encaminhado para agendamento junto à equipe multidisciplinar, para os acompanhamentos pertinentes às necessidades naquele momento.

De acordo com informações da coordenação do Centro, de janeiro a abril foram registrados cerca de 230 atendimentos pela equipe multiprofissional com coordenador, psicólogos, psiquiatra, clínico geral, assistente social e enfermeiro, que é responsável por um acolhimento inicial, sendo que depois será feito o direcionamento necessário.

O atendimento voltado ao público LGBTQIAP+ é ofertado de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, e às quartas-feiras até às 21h, na Avenida Orlando Rodrigues da Cunha, nº 2.223, na sede do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), temporariamente.

Confira outras notícias: