Cotação Ceasa registra mercado estável neste começo de semana

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Comercializações na unidade da Ceasa de Uberaba, nesta segunda-feira (dia 28), foram marcadas por mercado estável, maioria dos produtos e queda acentuada no preço da batata lisa.

De acordo com o chefe do Departamento de Abastecimento da Secretaria do Agronegócio, Mauro Genésio, 30 produtores participaram das comercializações na “pedra” nesta segunda, com ocupação de 39 espaços. “O movimento foi significativo”, disse.

Quanto às cotações, segundo Mauro, a maioria dos hortifrutigranjeiros manteve os preços estáveis em comparação com os da última semana. São os casos, citou ele, da abobrinha – R$80 a caixa de 22 quilos, vagem – R$100 caixa de 13 quilos, quiabo – R$80 caixa de 14 quilos, repolho – R$40 engradado de 30 quilos, cebola – R$ 40 a saca de 20 quilos e a cenoura – também R$40 a caixa de 22 quilos.

Ainda figuraram no mercado estável na “pedra” deste começo de semana, a beterraba – R$70 a caixa de 22 quilos, banana prata – R$35 caixa de 20 quilos e as folhosas, em média, R$15 a dúzia.

Entre as quedas, observou Mauro Genésio, destaque para o preço da batata lisa que segue caindo. Nesta segunda, ressaltou, o preço da saca de 50 quilos saiu por até R$70. Na última semana estava em R$110. O tomate também caiu de preço, de R$80,00 para R$60 a caixa de 22 quilos. Também registraram quedas a laranja pêra rio, de R$35 para R$30 a caixa com 20 quilos, a banana nanica – de R$25 para R$20,00 e o morango – de R$20 para R$18 a bandeja com 4 quilos.

No mercado de preços em alta apenas o chuchu e o abacate. O chuchu, segundo cotação da Ceasa, subiu de R$60 para R$80 a caixa com 22 quilos e o abacate pulou de R$40 para R$60 a caixa.

A comercialização na “pedra” em Uberaba retomará os trabalhos na quinta-feira, dia 1º de julho. Os negócios terão início às 6h.

Confira outras notícias: