Em quatro meses, Prefeitura investe 57,63% em verba própria na Saúde

Compartilhe este post

A Secretaria de Saúde de Uberaba (SMS) prestou contas do primeiro quadrimestre de 2023, em Audiência Pública na Câmara Municipal, nesta terça-feira, 30.

De acordo com o relatório, a Secretaria de Saúde teve uma receita total de R$ 152.154.798,23 neste período, sendo 31,13% em repasses do Governo Federal, 11,06% do Governo do Estado e 57,63% em verba própria da Prefeitura. Os repasses dos municípios da macrorregião de Uberaba, referentes ao convênio para custeio hospitalar, foram responsáveis por 0,14% da receita no quadrimestre.

Ainda segundo o relatório, as despesas no período de janeiro a abril de 2023, em recursos próprios, somaram R$87.690.566,00. O valor gasto com pessoal foi de 52,01% e o custeio dos serviços foi de 46,73%. Os investimentos na Saúde ficaram em 1,26%.

No primeiro quadrimestre de 2023, a SMS recebeu um total de R$ 3.999.623,00 em emendas de deputados federais: Subtenente Gonzaga, Eduardo Barbosa, Zé Silva, Greyce Elias, Reginaldo Lopes, Padre João, Rodrigo Pacheco, Aécio Neves, Weliton Prado, Eros Biondini e Zé Vitor, além do ex-deputado federal Franco Cartafina.

Durante o período de janeiro a abril de 2023, a SMS transportou 382 pacientes para Tratamento Fora do Domicílio (TFD), com necessidade de acompanhamento médico em Ribeirão Preto, Barretos, Uberlândia, Bauru, São Paulo, Patos de Minas, Sorocaba, Jaú, Brasília, Passos, Campinas, Botucatu, Montes Claros e Belo Horizonte.

Quanto ao agendamento eletrônico, o relatório apresenta o número de ligações, confirmações de consultas e exames marcados pelos servidores da Central de Marcações e Agendamento de Consultas e Exames com base nos dados extraídos do sistema SISFILA.

O documento aponta aumento das demandas atendidas dos exames de densitometria óssea, ecocardiografia, eletrocardiograma, eletrocefalograma, holter, mamografia, patologia laboratorial, raios-x e teste ergométrico.

Além das ligações telefônicas, em fevereiro, a Central incrementou os trabalhos com envio de mensagens via WhatsApp. A forma de contato está em fase de teste, mas registrou, desde então, 5.772 mensagens enviadas, sendo que 1.887 pacientes confirmaram o comparecimento.
Os pacientes que não respondem por este meio também são contatados por telefone. Ao todo foram 127.868 ligações e 39.873 vagas confirmadas.

Em relação aos procedimentos de Alta Complexidade, totalizaram 9.092 no período. Entre eles estão cirurgias bariátricas (18), biópsias (303), cateterismos e arteriografia (163), cintilografias (826), densitometria (367), hemodiálises (165), hormonioterapia (822), linfocintilografia (25), litrotripsia (38), catarata (168), diversas em oftalmologia (29), estrabismo (9), glaucoma (589), yag laser (7), pet scan (11), postectomia (16), quimioterapias (908), radioterapia (225), renais (7), ressonâncias (688), tomografias (3.606), pré e pós-transplante (101) e vasectomias (5).

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência realizou 7.192 atendimentos, sendo: 1.687 em janeiro, 1.690 em fevereiro, 1.965 no mês de março e 1.850 em abril. A maioria dos atendimentos foi de causas clínicas (4.839), seguido por traumas (1.692), psiquiátricas (373) e pediátricas (151).
Na promoção e proteção à família, foram 3.037 atendimentos no “Melhor em Casa”. No “Consultório na Rua”, 783 usuários foram assistidos. Exames de papanicolau coletados foram 5.251 de janeiro a abril.

Nas Unidades de Pronto Atendimento foram atendidos 68.902 pacientes, sendo 48.719 na UPA São Benedito e 20.183, na Mirante.

Os números de atendimentos nos programas estratégicos somam 6.698, divididos entre Hiperdia, hanseníase, tabagismo e tuberculose. A medicação dispensada é de 298.258 itens. Os procedimentos odontológicos na atenção primária chegaram a 58.985 e na secundária, a 1.962.

O relatório apresenta também dados epidemiológicos como casos registrados de Covid-19, arbovirores, monkeypox, violência (doméstica, sexual e outras), ISTs e cobertura vacinal.

Estiveram na audiência a secretária de Saúde, Valdilene Rocha, o secretário adjunto Cel. Antônio Sousa, o vereador e presidente da Comissão de Saúde da Câmara, Luizinho Kanecão, e os também vereadores Rochelle Bazaga, Tulio Micheli, Anderson Dois Irmãos, Cabo Diego Fabiano, Samuel Pereira, Marcos Jammal.

O relatório completo será disponibilizado no site da Prefeitura de Uberaba.

Confira outras notícias: