Previous
Next
Previous
Next

Empresa apresenta proposta de R$ 30 mil para assumir concessão do Restaurante Popular

Compartilhe este post

Com proposta de R$ 30 mil, a empresa Top Quality Alimentação deve assumir a concessão do Restaurante Popular de Uberaba. O envelope foi aberto nesta segunda-feira (11) e a homologação do resultado será publicada nos próximos dias, no Diário Oficial. A documentação de habilitação da empresa já foi analisada e atende aos requisitos do edital.

A concessionária será responsável pelo preparo, fornecimento e distribuição de refeições a preço popular, além do serviço administrativo. A empresa deverá servir, no mínimo, mil refeições diárias, podendo ser divididas em café da manhã (R$ 2), almoço (R$ 5) e jantar (R$ 3).

A comida será preparada na Cozinha Social, no Boa Vista, e servida no Restaurante Popular, na Avenida Nelson Freire, 980 – Leblon. O transporte da refeição será em veículo adaptado, fornecido pelo Município. O edital prevê a concessão de uso dos equipamentos e imóvel dos dois endereços.

Já a administração pública será responsável pela fiscalização da concessão e pelo custeio da conta de água e de luz. Conforme a titular da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), Gicele Gomes, a prestação do serviço será de segunda a sexta-feira e qualquer cidadão poderá comer no local.

“Desde o início da gestão, temos trabalhado para abrir as portas do Restaurante Popular e contribuir com a segurança alimentar e nutricional da nossa população. A inauguração da unidade é uma das prioridades da Seds para 2022, agora, mais próxima de se tornar realidade”, comemora a secretária. O prédio do Restaurante foi entregue em 2015, porém nunca funcionou.

De Mairiporã (SP), a Top Quality tem experiência nas áreas de alimentação escolar, hospitalar, corporativa e prisional e está presente em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e Pernambuco. O contrato entre a Prefeitura de Uberaba e empresa terá validade de 5 anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Confira outras notícias: