Previous
Next

Governo Municipal e empresas de Saúde discutem testagem para Covid-19

Compartilhe este post

O Governo Municipal de Uberaba reuniu-se nesta quinta-feira (13) com representantes das empresas de Saúde do Município para discutir sobre a questão da testagem para Covid-19 em Uberaba. Em pauta, o número de reclamações recebidas junto à Fundação Procon nos últimos dias, referente a preços, realização dos testes e atendimento em geral.

A principal reclamação, segundo o presidente do Procon, Anderson Romero, é o aumento do preço dos testes. Ele explicou que apesar do Artigo 170 da Constituição Federal garantir o livre exercício de qualquer atividade econômica, aumentar o preço de maneira excessiva, sem justificativa, configura prática abusiva. “Estamos realizando a pesquisa de preço dos testes semanalmente, e caso tenha uma diferença muito grande entre uma semana e outra, notificamos a empresa para que ela justifique aquele aumento. Se a empresa não apresentar justificativa, ela será autuada”, esclareceu Romero.  

As empresas informaram sobre as dificuldades em adquirir os testes em todo o Brasil e que a população precisa esperar o prazo correto para realizar a testagem e evitar resultado falso negativo. Também foi definido que novas reuniões serão realizadas para troca de informações para alinhar a capacidade de testes no Município, bem como evitar filas e demora no atendimento nas unidades particulares.

Participaram da reunião, representando o Governo, a assessora de Assuntos Regionais do Gabinete, Miria Rezende; o presidente do Procon, Anderson Romero; o assessor jurídico do Procon, Wagner Leopoldino; o secretário de Saúde, Sétimo Bóscolo; a chefe do Departamento de Vigilância Epidemiológica, Larissa Bandeira; a chefe da Seção de PNPS e Vigilância de Agravos, Isabela Lacerda; e a diretora de Vigilância em Saúde, Ana Maria de Oliveira Bernardi. Dos representantes, estavam presentes: Robert Boaventura, da WR Medicina e Segurança do Trabalho; Dulce Helena Pereira, da Assemprofar; Edsom Silveira – Assemprofar; Luciano Assis Trida, Salk Laboratório; Frederico Guglierme, Hospital Mário Palmério; José Eduardo Felix, DBR Prevenção e Saúde; Rodrigo Rezende Matarin, Laboratório São Lucas; Geane Almeida Cunha, Lamel; Leonardo Ribeiro Pires, Med Center; e Carlos Eduardo Reis, Sabin.

Confira outras notícias: