Previous
Next

Governo Municipal e Horvagra debatem caminhos para a horticultura

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O secretário do Agronegócio, José Geraldo Celani, esteve reunido com o presidente da Associação dos Horticultores do Vale do Rio Grande (Horvagra), o produtor Sérgio Antônio Nepomuceno. Na pauta, a regularização do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável Rural (CMDSR) e o convite para que represente o órgão no Conselho de Safra.

Também participaram do encontro o diretor de Produção Agropecuária da Sagri, Raoni Terra e o chefe da Seção de Desenvolvimento Rural, professor Matheus Oliveira Alves.

O secretário Celani colocou o setor jurídico da pasta à disposição da Associação dos Horticultores, no sentido de regularizar a documentação do CMDSR, do qual Sérgio é o presidente, assim como a recomposição de nomes que integram o conselho. José Geraldo também informou ao produtor sobre a abertura para que um representante do CMDSR participe das reuniões mensais do Conselho Gestor de Previsão de Safra, sobretudo, para balizar as estimativas da produção de hortifrutigranjeiros no Munícipio.

As partes também debateram os caminhos que estão sendo trilhados no sentido de melhorar os recursos destinados ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) no Município e projetos que visam incrementar a Ceasa de Uberaba. “A Horvagra é uma grande parceira do Agronegócio, não só no sentido de trazer as principais demandas dos produtores, como nas gestões em busca de fomentar a política agrícola para os pequenos agricultores no Município”, destacou o secretário.

Sérgio Nepomuceno entende que o debate de programas, projetos e o dia a dia dos horticultores com lideranças municipais é fundamental. “Na conversa com o secretário procuramos alinhar atitudes sobre as principais dificuldades que enfrentam os agricultores, no momento, no que se refere os prejuízos causados pelas geadas e a necessidade de promover adequações na Ceasa,” disse ele.

Segundo o dirigente da Horvagra, em audiência com a prefeita Elisa Araújo, que espera acontecer ainda em agosto, a associação vai apresentar questões que julga ser fundamentais para incrementar o setor no Município. Como por exemplo, citou Sérgio, a municipalização da Ceasa que ele defende com “unhas e dentes” e, paralelamente, o fomento ao cinturão verde com diversificação de culturas e assiduidade na produção.

Confira outras notícias: