Previous
Next
Previous
Next

Hospital Regional chega a 72 horas sem internação de paciente para tratar Covid

Compartilhe este post

O Hospital Regional José Alencar (HRJA) completou, nesta quinta-feira (7), 72 horas sem nenhuma internação de paciente para tratamento da Covid-19. Isso um dia depois de ter zerado a ocupação de leitos UTI-Covid na instituição. O Regional atende a pacientes de Uberaba e outros 26 municípios pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Hoje, o HR tem 10 leitos de UTI voltados para tratamento da Covid, mas sem nenhuma internação. “Estamos avaliando a possibilidade de promover modificações dentro do Hospital no intuito de transformar esses leitos em UTI não Covid, para melhorar a atenção e acolhimento à população que demanda os serviços do hospital”, destacou Diego Amad, diretor técnico do Regional.

E ainda acrescenta: “Felizmente, reduzimos a quantidade de pacientes internados por Covid. É muito importante poder falar isso para a população e é com muita satisfação que nós chegamos a esse ponto”, afirmou.

Dentro do plano de contingência, conforme alinhado com a Secretaria de Saúde de Uberaba, o Hospital Regional mantém três leitos de isolamento reservados, caso surja algum paciente com Covid que necessite de internação.

Em relação à Enfermaria Covid, a instituição tinha, na manhã desta quinta-feira, 29 leitos reservados para Covid, com apenas 1 paciente internado, e com quadro de boa recuperação.

Em relação a UTIs não Covid, o hospital possui atualmente 20 leitos voltados para o atendimento de UTI geral, incluindo pacientes pós-operatórios que necessitam de cuidados intensivos. Segundo o diretor técnico, a taxa de ocupação desses leitos é de 80%, índice considerado normal.

A Enfermaria para atendimento de pacientes não Covid, por sua vez, conta com 36 leitos, além de outros 40 destinados à Clínica Cirúrgica, para atendimento das especialidades de Ortopedia e Cirurgia Geral. “Estamos voltando para o perfil assistencial do hospital, que é de média complexidade, notadamente no que diz respeito à retomada dos atendimentos de cirurgias eletivas, tanto de urgência quanto de emergência”, disse Amad.

Confira outras notícias: