Previous
Next

Mais dois casos registrados em escolas do município após volta às aulas presenciais

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Após suspensão de aulas em mais escolas da rede municipal, vários leitores entraram em contato com a Folha Uberaba questionando sobre possível contaminação no local, entramos em contato com a prefeitura que enviou as informações a seguir.

Balanço da primeira fase do plano de retomada das atividades presenciais na rede municipal de ensino, de 4 a 13 de agosto, apontou que, em média, 23% dos alunos retornaram às escolas e Cemeis.

Conforme levantamento feito pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), 26% dos matriculados nos 5ºs anos estão presencialmente nas salas de aula, enquanto 22% dos alunos do pré-II voltaram às aulas nas unidades de ensino.

A adesão dos estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA), também incluídos na primeira fase do plano de retomada, foi de 20,3%, informou a titular da Semed, secretária Sidnéia Zafalon. Ela lembrou que em julho, pesquisa feita junto aos pais, apontava para uma adesão maior, contudo, os números da pandemia não arrefeceram, o que pode ter inibido o retorno.

A secretária estima que os índices devem se manter nesse patamar, considerando a segunda etapa do plano de volta às aulas na rede municipal de Uberaba, que entrou em vigência nesta segunda-feira (16). Nesta data, retornaram as turmas de 1º ao 4º ano do Ensino Fundamental, que juntas têm 8.707 alunos matriculados.

A exemplo da primeira fase, Sidnéia percorreu as unidades de ensino ao longo do dia, assim como a equipe da assessoria pedagógica da Semed. À tarde, a secretária teve a companhia da prefeita Elisa Araújo, na visita ao Cemei Maria Elisabete Salge – Tia Betinha.

Sidnéia avalia que o retorno transcorreu conforme planejamento da Semed, considerando aspectos pedagógicos, de transporte e alimentação escolar.

Mas, antes do encerramento do dia, a Semed foi informada que dois servidores testaram positivo para Covid-19. Eles foram afastados e estão sendo monitorados pela Secretaria de Saúde. As unidades de ensino onde eles atuam serão sanitizadas.

“Todas as nossas ações são antecedidas de muito planejamento, seja quanto à biossegurança, seja em relação ao processo de ensino-aprendizagem”, afirmou Sidnéia, que antes do final do dia solicitou e obteve retorno positivo da Saúde para uma reunião com os diretores da Semed, onde foram reiteradas as medidas de contenção do novo coronavírus nas unidades de ensino.

“São orientações que já havíamos recebido e repassado às equipes, mas nesse caso, nunca é demais reforçar, especialmente porque já estamos diante dos primeiros casos de Covid-19 nas escolas”, pontuou a secretária.
Sidnéia ponderou que é preciso considerar que as aulas foram retomadas após um período de férias (recesso escolar). A titular da Semed garantiu, porém: “Sendo necessário e por segurança, voltamos ao modelo remoto. Assim como abrimos as escolas, as fechamos também”.

Confira outras notícias: