Previous
Next

Operação Torre de Babel cumpre mandados de busca e apreensão em Coromandel e Uberlândia

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

É a 5ª fase da operação e, por enquanto, não será concedida coletiva à imprensa, já que as investigações seguem sob segredo de Justiça
 
Foi deflagrada hoje, dia 24, a 5ª fase da Operação Torre de Babel, fruto de investigação conduzida pelo Gaeco Uberlândia (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). As outras quatro fases já foram concretizadas na cidade de Uberlândia e região.
Nessa 5ª fase da Operação Torre de Babel, estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão, sendo sete em Uberlândia e dois em Coromandel, todos expedidos pelo Poder Judiciário da comarca de Uberlândia.


A operação conjunta conta com a efetiva participação da Polícia Militar (9ª e 10ª RPM); Polícia Civil de Minas Gerais (9º Departamento da PCMG) e Ministério Público de Minas Gerais (Gaeco e 19ª Promotoria de Justiça de Uberlândia).
Estão sendo apurados os crimes de organização criminosa (artigo 2º, da Lei nº 12.850/13), extorsão (artigo 158, § 1.º, do Código Penal), receptação (artigo 180 do Código Penal), violação de sigilo funcional (artigo 325, § 1.º, inc. II, do Código Penal) e comunicação falsa de crime (artigo 340 do Código Penal).


Participam da atual fase da operação 28 policiais militares e oito policiais civis, sendo um delegado de Polícia, bem como três promotores de Justiça de Minas Gerais.
A primeira e a segunda fase da operação foram deflagradas nos dias 10 e 25 de outubro de 2019, respectivamente; a terceira em 1º de abril e a quarta fase em 14 de outubro, de 2020; todas fruto de investigações conduzidas pelo Gaeco Uberlândia.
Entre os alvos da 5ª fase da Operação Torre de Babel há um policial militar e um advogado, o qual fora impedido de exercer a profissão em decorrência de mandado judicial que acolheu requerimento do MPMG.
As investigações continuam tramitando em segredo de Justiça, por isso não serão repassadas informações complementares àimprensapor enquanto..
 

Fonte: Gaeco Uberlândia

Confira outras notícias: