Prefeitura realiza evento sobre dignidade menstrual em escola municipal

Compartilhe este post

Alunas do 8º e 9º ano da rede municipal de ensino participaram do evento “Menstruação sem tabu”, nesta quinta-feira (30), na Escola Municipal Professora Esther Limírio Brigagão, no bairro Residencial 2000. A ação, que está prevista na lei da dignidade menstrual, marcou o início do projeto no município, que é uma parceria entre as Secretarias de Educação, Saúde e Desenvolvimento Social.

Participaram do evento a prefeita Elisa Araújo; as secretárias de Saúde, Valdilene Rocha; de Desenvolvimento Social, Gicele Gomes, e a adjunta de Educação, Juliana Petek. As vereadoras Lu Fachinelli, Rochelle Gutierrez e Alessandra Piagem, integrantes da bancada feminina da Câmara Municipal e propositoras do projeto de lei sobre a promoção da dignidade menstrual no Município, também estiveram presentes durante o ato.

“Cerca de 4.600 alunas, a partir dos 10 anos de idade, serão diretamente impactadas com acesso à dignidade menstrual. Serão mais de 1 milhão e 200 mil absorventes distribuídos durante o ano, atingindo mais de 150 mil ciclos menstruais. Hoje é um dia de acolhimento, informação e de muita troca de conhecimento”, explicou a prefeita.

Após a entrega simbólica de kits de absorventes e cartilhas informativas sobre os cuidados com a saúde durante o período menstrual, foram realizadas atividades formativas e pedagógicas com as alunas. A médica ginecologista Tânia Maria de Oliveira e a psicóloga Cristiane Alves de Oliveira realizaram rodas de conversa sobre saúde, desenvolvimento do corpo, reprodução e emoções.

As ações sobre o tema terão continuidade por meio de atividades que reforcem a conscientização e promovam a dignidade menstrual. A aluna Indianara Borges, de 13 anos, falou sobre sua expectativa. “Tenho algumas amigas que já passaram por essa situação e como é a primeira vez, é normal que a gente tenha muitas dúvidas. Além dos absorventes, o projeto vai ajudar muito na questão de aprendermos mais sobre esse momento”, contou.

Durante o evento, alunas da rede recitaram um poema e um soneto sobre o desafio de ser mulher, além de distribuírem algumas rosas vermelhas em referência à dignidade menstrual. Para encerrar a programação do dia, as jovens assistiram ao curta-metragem “Absorvendo o Tabu”, ganhador do Oscar em 2019, em uma sessão especial de cinema.

Confira outras notícias: