Previous
Next

Produção de eucalipto mantém área de seis mil hectares em Uberaba

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O município de Uberaba conta, atualmente, com quase seis mil hectares de plantações de eucalipto. A cultura é bem distribuída, não havendo região predominante.

De acordo com dados do Conselho Gestor de Previsão de Safra, agora em 2021 o plantio de eucalipto totaliza 5.860 hectares. Destes, 3.200 são de lavouras antigas e outros 2.680 hectares de culturas em formação.

Também de acordo com dados do Conselho de Safra, em 2020 havia área plantada de 6.150 hectares de eucalipto em Uberaba. Naquela oportunidade, foram colhidas árvores em 1.264 hectares de lavouras. Houve produção de 2.587 toneladas de carvão vegetal, 13.500 m³ de lenha e 345 mil m³ de madeira em tora. A produtividade da área colhida foi 233 m³ de madeira por hectare.

O secretário José Geraldo Celani informou que o eucalipto faz parte das culturas perenes no município. “Talvez por não ser uma lavoura de resultados imediatistas, ainda não tenha atraído grande número de produtores”, salientou ele, enfatizando, no entanto, que se aplicados bons tratos culturais, o produtor pode obter antecipação das colheitas, de 7 anos para 4,5 no eucalipto destinado para celulose e de 13 anos caindo para 10 anos, quando as plantações são destinadas para madeira. Mas no geral, complementou o secretário, que o eucalipto é uma planta que pouco exige do solo, sendo comum plantio em terras com maior acidez, o que demanda mais tempo.

O eucalipto brasileiro é originário da Austrália, sendo que as primeiras mudas chegaram em 1825 e foram plantadas no Jardim Botânico, Rio de Janeiro. A árvore é a espécie florestal mais plantada no Brasil, tendo Minas Gerais com maior área plantada, seguido pelos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. O nosso país está entre os maiores produtores de celulose, papel e madeira provenientes do eucalipto.

No Triângulo Mineiro, ressaltou o titular da Sagri, se encontra em estágio avançado a instalação de uma fábrica de celulose a partir de eucalipto em Araguari, o que beneficiará também os municípios de Indianópolis, Estrela do Sul, Romaria e Nova Ponte, assim como o entorno, incluindo Uberlândia e Uberaba.

Confira outras notícias: