Previous
Next

Sagri visita direção dos Bergamascos visando fortalecer VAF municipal

Compartilhe este post

Dentro da proposta de que toda produção de hortifrutigranjeiros, no Município, passe pela unidade da Ceasa Uberaba, o secretário Agnaldo Silva, do Agronegócio (Sagri), segue visitando as empresas do ramo. Nesta semana, esteve com a direção do Grupo Bergamasco.

O titular da Sagri foi recebido na Central de Silos da empresa, às margens da Ligação 798, pela produtora Josiani Bergamasco. O grupo é grande produtor de batata, cebola e cenoura em propriedades na região de Itiguapira.

Acompanhado de um técnico da Ceasa, o secretário buscou ação parceira com o grupo no sentido de informar toda a sua produção de hortifrutigranjeiros à unidade da Central de Abastecimento em Uberaba. “A medida é uma necessidade, diante do que prevê a lei, além de contribuir para o fortalecimento do Valor Adicionado Fiscal (VAF), no Município”, destacou Agnaldo.

Josiani Bergamasco disse que as informações sobre as produções do grupo, assim como as respectivas vendas, sempre estiveram e estão à disposição da Prefeitura. De pronto, afirmou que vai criar um canal direto com o sistema online da Ceasa para conferência destes dados.

Josiani informou ao secretário que, atualmente, o grupo produz cebola, batata e cenoura, em larga escala, através de 21 pivôs de irrigação. De forma, acentuou ela, que a produção se dá o ano todo. A produtora aproveitou para solicitar da Sagri estradas em bom estado para garantir o escoamento da safra e colocou a empresa à disposição para parcerias no setor.

Agnaldo Silva agradeceu o apoio do grupo Bergamasco e enfatizou que outras visitas estão agendadas para este final de ano. “A meta é que toda produção de hortifrutigranjeiros passe pela Ceasa, seja através de romaneios ou de notas fiscais. Quem ganha é o Município, em particular, os produtores rurais. Afinal, aumentando o VAF, aumenta também a arrecadação municipal e, com isso, teremos mais recursos para adquirir máquinas e investir ainda mais em estradas, pontes e incentivo aos produtores”, garantiu.

Confira outras notícias: