Previous
Next

Suspeito é flagrado se masturbando dentro de carro e detido pela PM

Compartilhe este post

Vídeo: Divulgação
Câmeras de segurança flagraram o suspeito cometendo o ato obsceno

Um homem que estava se masturbando dentro de um veículo em via pública foi capturado pela Polícia Militar em Uberaba. O suspeito já estava sendo monitorado após ser denunciado.
De de acordo com a informações apuradas pela Folha Uberaba, a prisão aconteceu na avenida Nossa Senhora do Desterro, onde os policiais militares da 41ª Companhia compareceram rapidamente após denúncias e ligações recebidas (via 190), que informavam sobre o suspeito que estava em um veículo GM Astra se masturbando. No local os militares abordaram o homem de 32 anos que estava de short e sem camisa. As equipes fizeram buscas pessoais nele e no veículo e nada de ilícito foi encontrado, mas nesse momento os policiais foram abordados por um comerciante que relatou sobre o fato e disse que o indivíduo estava com frequência no local praticado o ato obsceno. A testemunha mostrou imagens de câmeras de segurança que flagraram suspeito praticando a masturbação no interior do automóvel. Os policiais ainda conversaram como jovem funcionária de uma academia que fica próxima e ela confirmou que o indivíduo que inclusive já frequentou a academia, estava indo com frequência nas proximidades se masturbando e segundo outras pessoa, ele tinha seguido uma aluna da academia há alguns dias, mas a suposta vítima não foi encontrada.
Ao ser questionado o suspeito negou os fatos, mas quando os policiais apresentaram as imagens dele praticando o crime, o acusado relatou que “ficou com vontade e estava sem controle”, assumindo que cometeu o ato sexual. O homem acusado de ato obsceno recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime previsto no artigo 33 do Código Penal Brasileiro que é praticar ato obsceno em local público, e ou aberto ou exposto ao público. Segundo a PM, não foi imposta à prisão em flagrante do envolvido, uma vez que ele assumiu o compromisso com parecer ao Juizado Especial Criminal em data que vai ser definida pela autoridade judiciária.

Confira outras notícias: