Suspeitos de homicídio no Chica Ferreira são identificados

Compartilhe este post

Foto: Divulgação
Vítima foi arrastada para a calçada e executada á tiros

Policiais militares identificaram o mandante e os dois acusados de terem praticado homicídio contra um homem de 48 anos, na noite de ontem em Uberaba. A vítima estava sendo ameaçada de morte e a motivação pode ter sido furtos na região e dívida por drogas.
Conforme informações apuradas pela Folha Uberaba com a polícia militar, alguns moradores, que preferiram não ser identificados por medo de represálias, relataram que há alguns dias já estavam ocorrendo conversas na região sobre a morte da vítima, que estava sendo premeditada. Os denunciantes contaram que, um indivíduo de 26 anos, conhecido no bairro pelo crime de tráfico de drogas e que é visto frequentemente em veículo Volkswagen Golf, tinha discutido com a vítima e a ameaçado de morte. Ainda conforme as denúncias, outros dois homens de 29 e 34 anos, bastante conhecidos nos meios policiais executaram o crime, sendo que um deles estava pilotando a motocicleta e o outro que estava armado realizou os disparos.
O crime- O homicídio aconteceu na rua Messias Fernandes de Jesus na noite de ontem, onde a vítima de 48 anos caminhava pela rua Arnaldo Waldomiro Bernardes sentido a casa do irmão que ficava próxima, mas foi abordada pela dupla que estava na moto. Eles sacaram uma pistola calibre 9 milímetros, iniciaram vários disparos contra o homem que correu para a casa do irmão, entrou no corredor, mas foi perseguido, alcançado, arrastado e alvejado novamente, não resistindo e morrendo na hora. Após os trabalhos da perícia da Polícia Civil, o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exames na manhã de hoje e foi liberado para os familiares realizarem velório e sepultamento.
Após as identificações dos suspeitos, várias viaturas da Polícia Militar continuam fazendo rastreamentos para prendê-los. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil.

Confira outras notícias: