Previous
Next

Vai iniciar atividade física?

Compartilhe este post

Foto Divulgação
Dr. José Martins destaca que o exercício físico atua em todos os níveis de prevenção, mas antes de começar, a pessoa deve fazer avaliação médica


Especialista alerta para a importância da avaliação médica

Exames preliminares ajudam a detectar doenças preexistentes

Pesquisa do Serviço Social da Indústria (Sesi) revela que 52% dos entrevistados raramente ou nunca fazem exercícios. Entre os que praticam atividades físicas, 22% se exercitam diariamente, 13% pelo menos três vezes por semana e 8% pelo menos duas vezes por semana. A prática esportiva realizada de forma contínua, regular, em uma intensidade otimizada para cada pessoa, atua em todos os níveis de prevenção, de acordo com o médico do esporte, cooperado Unimed Uberaba, Dr. José Martins, diretor da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE). “Age para prevenir o surgimento de doenças e, no caso de quem tenha determinada patologia, para prevenir complicações.”

Na comunidade científica, há quatro níveis de prevenção, e, segundo o especialista, a atividade física atua de forma direta e indireta em todos eles contribuindo para as funções cardíaca, pulmonar e muscular, além de prevenir doenças oncológicas. Paralelamente, o médico alerta que o exercício físico malconduzido pode trazer consequências, tanto para o sistema musculoesquelético como para o sistema cardiovascular. Por isso, antes de iniciar a prática, o doutor recomenda avaliação médica, de preferência com médico do esporte, especialista que tem conhecimento maior nessa área, para que ele investigue e verifique se a pessoa não tem uma patologia de base que possa ser prejudicada na atividade esportiva. “Vemos uma série de notícias de morte súbita em academia, durante jogos de futebol, independentemente do nível de performance, há história de morte súbita de atletas profissionais. Isso porque a pessoa já tinha uma patologia de base e as manifestações podem ser agudizadas em uma prática esportiva de maior intensidade.

Deve-se fazer exercícios físicos, é claro, mas desde que sejam realizados de forma consciente, supervisionada e segura.” Quando a pessoa vai iniciar um programa de atividade esportiva, segundo o doutor, é necessária uma Avaliação Pré-Participação (APP) esportiva, quando é feita anamnese, seguida de exames físicos e complementares, além de um eletrocardiograma, para pessoa que não tem patologia de base. Por esta avaliação, o médico terá como saber se a pessoa tem alguma patologia que possa prejudicar a prática esportiva. Se porventura for constatada alguma doença, ou a pessoa esteja na terceira idade, é importante solicitar exames complementares. “Da mesma forma que a prática de atividade física é extremamente benéfica e necessária de uma forma global, o exercício malconduzido pode trazer consequências tanto para o sistema musculoesquelético como para o sistema cardiovascular”, finaliza.

Sobre o Grupo de Saúde Unimed Uberaba – Unimed Uberaba é o maior grupo de saúde da região, com mais de 110 mil beneficiários e aproximadamente 1,2 mil colaboradores, formado pelo Centro de Atenção à Saúde (Casu), Centro Infantil, Unimed Saúde, com Laboratório e Clínica de Oncologia, Casa do Cliente, Centro de Reabilitação, Centro de Terapias Integradas, Clínica Pleno e Espaço Viver Bem com equipe multidisciplinar. Com recursos próprios, somam-se à rede, o Hospital, a Clínica de Imagem e o Laboratório, empresas que oferecem soluções para a saúde e compõem o Grupo de Saúde Unimed Uberaba. Além de Uberaba, a área de atuação do grupo é composta por outros 16 municípios. Com moderna estrutura de atendimento, realiza autorização de exames, consultas, medicações, procedimentos e cirurgias, transcrição de pedidos, impressão de boletos, entrega de receitas, Busca de Rede para procedimentos e acompanhamento especializado.

Confira outras notícias: