Ambientes sensíveis necessitam de dedetização

Compartilhe este post

Os grandes centros metropolitanos sofrem com a proliferação das pragas urbanas, podendo tal cenário gerar prejuízos à saúde pública. Segundo a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), essas espécies procriam no inverno e se espalham no verão, migrando para as áreas mais populosas, em busca de alimentos e abrigo. Em ambientes sensíveis, como hospitais, UTIs (Unidade de Terapia Intensiva), creches e berçários, a dedetização pode ser uma solução para evitar a incidência destes animais.

Entre as principais pragas urbanas destacam-se baratas, ratos, mosquitos, moscas, cupins, pombos e formigas. O “Controle de Vetores de Doenças Transmitidas por Vetores“, publicado pela FUNASA (Fundação Nacional de Saúde), informa sobre as doenças transmitidas, o ciclo de vida do vetor, os sintomas da doença, o diagnóstico e o tratamento para enfermidades causadas por elas.

A Portaria nº 09/00 da SES/SP (Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo) estabeleceu as diretrizes para empresas prestadoras de serviço em controle de vetores e pragas urbanas. A norma definiu o registro da empresa junto à autoridade sanitária competente, a capacitação e treinamento dos profissionais que atuam na empresa, a utilização de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) pelos profissionais que atuam na aplicação de produtos químicos, entre outros requisitos.

Para Vinicius Finavaro, sócio-fundador da Offpragas Dedetizadora, empresa especializada em Controle de Pragas Urbanas, esses lugares sensíveis devem ter conservação e limpeza exemplares. “Esses ambientes devem ser utilizados inseticidas específicos para estes ambientes, com baixa toxicidade, alta eficiência e com aplicações localizadas com baixas doses de veneno”, diz.

O processo de dedetização

As estratégias e ferramentas que devem ser empregadas para este propósito variam de acordo com a empresa. No entanto, os aditivos químicos utilizados no processo devem ser liberados e regularizados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). “Além de visitas frequentes para um acompanhamento constante, é necessário uma empresa com os conhecimentos corretos, que saiba utilizar o inseticida mais adequado com a técnica correta, levando segurança e eficiência para a dedetização”, acrescenta Finavaro. 

Vale ressaltar que ao encontrar qualquer animal que seja considerada uma praga urbana, é importante procurar uma empresa ou órgão especializado no controle de pragas e vetores, que poderá inspecionar o local.

Para saber mais, basta acessar: http://offpragasdedetizacao.com.br

Confira outras notícias: