E-commerce brasileiro atinge recorde de R$ 262 bi em 2022

Compartilhe este post

O e-commerce brasileiro atingiu um marco expressivo em 2022, alcançando um faturamento recorde de R$ 262 bilhões, de acordo com dados levantados pela Nielsen|Ebit. Esse valor representa um crescimento de 1,6% em relação ao ano anterior. A estabilidade do setor pode ser atribuída ao aumento de 7,9% no número de pedidos, compensando a queda de 7,5% no ticket médio. Esses números revelam a força e o potencial do comércio eletrônico no Brasil, que continua a conquistar a preferência dos consumidores.

Os dados sobre o comportamento dos consumidores em relação ao e-commerce corroboram a relevância e o impacto desse setor no mercado atual. Uma pesquisa realizada no site da Conversion revelou que a maioria dos visitantes (76%) estava interessada em consumir conteúdo, buscando informações relevantes e úteis. Outra parcela significativa (19%) tinha como objetivo conhecer mais sobre a empresa em questão. Apenas 5% dos visitantes demonstraram interesse direto nos serviços oferecidos. Esses dados refletem a importância de oferecer conteúdo de qualidade e estabelecer um relacionamento de confiança com os consumidores antes de apresentar ofertas de produtos ou serviços. Essa abordagem estratégica alinha-se com a tendência atual de valorização da informação e do engajamento prévio por parte dos consumidores.

“O crescimento do faturamento do e-commerce no Brasil em 2022 é uma indicação clara de que o setor continua a prosperar e a atrair cada vez mais consumidores. Essa combinação mostra a capacidade do e-commerce de atrair um volume maior de compras, compensando possíveis reduções no valor médio das transações”, afirma Ágatha Barreto, Diretora Executiva da 220MKT e Especialista em Desenvolvimento de Negócios.

O cenário do comércio eletrônico no Brasil reflete uma tendência mundial segundo a qual os consumidores estão cada vez mais buscando informações relevantes e conteúdo de qualidade antes de realizar uma compra. A pesquisa realizada pela Conversion reforça essa realidade, revelando que a maioria dos visitantes do site estava interessada em consumir conteúdo (76%). Isso destaca a importância do marketing de conteúdo como uma estratégia eficaz para atrair, educar e engajar os consumidores em potencial.

Ao oferecer conteúdo valioso, como artigos, informativos, vídeos explicativos e guias práticos, as empresas podem estabelecer-se como autoridades em seus respectivos setores, conquistando a confiança do público-alvo. Essa abordagem não apenas aumenta as chances de conversão, mas também fortalece o relacionamento com os clientes.

“No geral, marketing de conteúdo é uma poderosa ferramenta para construir uma reputação sólida, estabelecer relacionamentos duradouros e impulsionar o crescimento dos negócios. Essa abordagem vai além de simplesmente aumentar as chances de conversão. Ela cria um relacionamento mais profundo com os clientes, pois eles percebem que a empresa se preocupa em fornecer valor genuíno antes mesmo de incentivar uma compra. Isso gera confiança e lealdade, transformando os clientes em defensores da marca, que recomendam e compartilham o conteúdo com outros potenciais consumidores”, conclui Ágatha Barreto.

Mais informações: https://220mkt.com.br/

Confira outras notícias: