Fertilizantes especiais: carbonato de potássio é peça-chave

Compartilhe este post

A indústria de fertilizantes, fundamental para garantir safras abundantes e de alta qualidade, tem buscado maneiras inovadoras de melhorar seus processos produtivos. O uso da potassa cáustica e do carbonato de potássio na formulação dos fertilizantes é uma delas. O potássio (K) é um nutriente essencial para o crescimento e desenvolvimento saudável das plantas. O Manual de Fertilidade do Solo, publicado pela Associação Brasileira para Pesquisa da Potassa e do Fosfato, revela que fertilizantes que contêm potássio aumentam a produtividade agrícola, auxiliam na resistência das plantas contra doenças e estresse hídrico, e melhoram a qualidade dos alimentos produzidos.

O potássio é um elemento fundamental para a fotossíntese das plantas, sendo essencial também para a síntese de proteínas, na decomposição dos carboidratos, no controle do balanço iônico, e para atenuar os efeitos de doenças que venham a acometer a plantação. Também melhora a tolerância ao frio e a qualidade dos frutos.

A indústria de fertilizantes é um mercado em expansão, com um valor global estimado em mais de US$ 230 bilhões em 2021. A crescente demanda por alimentos, impulsionada pelo aumento da população mundial, tem levado à busca por alternativas eficientes na produção de fertilizantes, como o uso da potassa cáustica. Bernardo Silva, diretor executivo do Sindicato Nacional das Indústria de Matérias-primas para Fertilizantes (Sinprifert), afirma que nos próximos quatro anos a indústria de fertilizantes deve realizar investimentos da ordem de R$ 21 bilhões no Brasil.

De acordo com José Rosenberg, diretor-presidente da Katrium Indústrias Químicas, além de aumentar a produtividade das safras, fertilizantes foliares e sais de potássio de ácidos húmicos desempenham um papel fundamental na promoção de práticas agrícolas sustentáveis, desempenhando um papel fundamental na promoção de práticas agrícolas sustentáveis, minimizando o impacto ambiental, protegendo os recursos hídricos e favorecendo safras abundantes e de alta qualidade – além de gerar impacto positivo na produtividade agrícola e na segurança alimentar global.

Rosenberg afirma que os avanços na aplicação de sais de potássio na produção de fertilizantes também reforçam a importância da inovação e do investimento em pesquisa e desenvolvimento que ocorre no setor de fertilizantes especiais. “A adoção de tecnologias e práticas sustentáveis, como o uso de potassa cáustica, será fundamental para enfrentar os desafios do aumento da população mundial e das mudanças climáticas. É crucial que a indústria de fertilizantes busque otimizar ainda mais o uso da potassa cáustica e do carbonato de potássio para contribuir com um futuro alimentar seguro e sustentável para todos”.

Confira outras notícias: