Ação educativa da Vigilância Sanitária contra a Covid já visitou mais de mil estabelecimentos comerciais

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Trabalho de alerta desenvolvido por equipes da Vigilância Sanitária, que busca o controle de surto de Covid-19 em Uberaba, já resultou na visita de 1.164 estabelecimentos comerciais, de maio a outubro, nas principais vias da cidade. Conforme repassado à Folha Uberaba, a ação é orientada por mapas de calor e as equipes percorrem esses pontos, batendo de porta em porta.

“O objetivo dos agentes é atuar preventivamente, a princípio. Eles passaram a percorrer as principais vias após o surgimento de surtos em lojas do Centro. Nestes casos, a Vigilância chegou à interdição temporária para implantação ou reforço dos protocolos de biossegurança, sanitização e outras providências decorrentes da constatação de surto”, informou a chefe do Departamento de Vigilância Sanitária, Patrícia Bizinoto. Considera-se surto a ocorrência de dois ou mais casos no ambiente de trabalho comum aos contaminados.

“No início, nós percorremos essas unidades do comércio aos sábados e domingos, quando foi criada a barreira sanitária pelo Governo Municipal, por meio da Secretaria de Saúde. Hoje, nós continuamos com o trabalho aos sábados”, informou a agente sanitária Marcília Cristina Pereira Gomes.

A frequência das visitas ao comércio acompanha também o comportamento da pandemia, observando os índices levantados semanalmente pela Diretoria de Vigilância em Saúde.

“Por determinação do Governo, passamos a insistir nos cuidados básicos, como uso de máscaras, álcool em gel e lavagem das mãos, principalmente. Além disso, entregamos um ofício com instruções aos proprietários”, disse José Eurípedes da Silva, também agente sanitário.

Nos últimos dias, o alvo do trabalho dos agentes tem sido as quadras e campos de futebol. Para a eficiência, as visitas nestes locais serão feitas inclusive à noite.

A recomendação aos agentes é reforçar que, embora a vacinação tenha avançado, atingindo mais de 70% da população com a segunda dose ou dose única de imunizantes, a vacina é mais um importante item de defesa, mas a prevenção continua.

Nas visitas, os agentes identificam, por meio de rápida pesquisa, se houve casos e quantos nos últimos 30 dias, além da verificação de casos de síndrome gripal. Os relatórios gerados são entregues semanalmente à chefia do Departamento de Vigilância Sanitária da SMS.

Confira outras notícias: