Ações educativas de combate à dengue movimentam escolas

Compartilhe este post

Para conscientizar crianças e adolescentes, o Núcleo de Educação em Saúde (NES), do Departamento de Controle de Endemias e Zoonoses, está percorrendo escolas com ações educativas. A equipe leva informações sobre animais sinantrópicos, reciclagem e combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika.

Nesta quarta-feira (12), a ação foi realizada na Escola Municipal Monteiro Lobato e contou com palestra e teatro de fantoches. Segundo a coordenadora do NES, Camila Carvalho, as ações se adequam à idade dos alunos. “Nós levamos a informação de forma direcionada, para que as crianças consigam assimilar e nos ajudar multiplicando. Se tenho uma criança pequena, de cinco a seis anos, levamos o teatro de fantoches, agora para crianças maiores levamos a palestra educativa. Fora isso, também temos um estande com animais sinantrópicos”, explicou.

Os animais sinantrópicos são aqueles animais silvestres, nativos ou não, que conseguem se adaptar a viver junto ao homem. No estande, o NES trabalha com a apresentação, em vidros, de roedores, escorpiões, morcegos e caramujos. É feita uma exposição didática sobre controle e prevenção.

Com a agenda cheia, nesta semana, a equipe está atendendo as E.M. São Judas Tadeu e Monteiro Lobato; E. E. Brasil e Cemei Juscelino Kubitscheck. Na próxima semana, serão visitados o Cemei Cláudia Aparecida, E.E Miguel Laterza, Cemei Professora Luciene Aparecida, E.M. Terezinha Hueb, E.M. Professora Jane Luce e novamente E.M. Monteiro Lobato.

“Temos uma avaliação positiva, realmente funciona, as crianças chegam em casa e multiplicam nossas informações, chamam a atenção dos seus pais, dos responsáveis, para aqueles problemas que podem ser sanados”, completou Camila. Ainda conforme a coordenadora, os alunos também são orientados sobre quando devem procurar a Zoonoses.

Para as visitas, a agenda de junho e julho já está preenchida. Porém, os interessados em receber a equipe podem agendar para agosto, pelo telefone 3315-4173.

Confira outras notícias: