Agronegócio prepara Feira Livre em Ponte Alta

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Secretaria Municipal do Agronegócio (Sagri) organiza os últimos preparativos para implantação de feira livre na Comunidade de Ponte Alta. O funcionamento será quinzenal, aos sábados, com expectativa de abertura dos trabalhos já no dia 18 de dezembro.

O assunto foi tratado em reunião nesta sexta-feira (19), na casa do presidente da Associação dos Moradores de Ponte Alta, Quirino Antônio da Silva. Participaram das tratativas o diretor de Produção Agropecuária da Sagri, Raoni Terra; o chefe da Seção de Feiras Livres, Deyvid Silva; do Desenvolvimento Rural, Matheus Alves, a coordenadora Regional do projeto Todos por Uberaba, Neiva Parreira; artesãos e moradores da comunidade e o vereador Wander Araújo, autor da proposta para abertura de uma feira em Ponte Alta.

De acordo com Raoni, ficou definido que, a princípio, a feira funcionará em caráter experimental. “Ela contará com a participação de cerca de 20 feirantes, distribuídos em barracas de produtos hortifrutigranjeiros, comidas, bebidas, doces, queijos e artesanato, dentre outras possibilidades. Também ficou acertado que a feira se destinará a expositores da comunidade e entorno, como forma de valorizar o potencial da região”, realçou o dirigente, acrescentando que a Sagri dará o devido suporte destinado a uma feira livre.

Ainda na oportunidade, equipe da Sagri e os moradores, juntamente com o vereador Wander, visitaram o provável local que receberá a feira. Trata-se da rua Sinhá Teodoro, esquina com a rua do Comércio. A comunidade aprovou a realização da feira quinzenalmente, sempre aos sábados, das 16 às 22h. Também apontaram o dia 18 de dezembro para o provável início dos trabalhos.

O vereador Wander Araújo ficou satisfeito com as decisões tomadas para abertura de uma feira livre em Ponte Alta. “O que defendemos é a criação de atividades que visem motivar a comunidade, seja na parte comercial, assim como no tocante ao entretenimento e integração”, enfatizou o parlamentar certo de que a feira se tornará um ponto turístico para os moradores e visitantes.

A artesã Simone Durão, uma das mais entusiastas com a ideia, disse que não vê a hora da feira começar a funcionar. “O governo Elisa tem nos dado liberdade de apresentar anseios e esperanças. Agora, por meio da Sagri e do vereador, estamos conseguindo materializar nossa proposta que trará um novo atrativo para o povo de Ponte Alta e também de Uberaba e, claro, a possibilidade de artesãos e cidadãos em geral apresentarem os seus trabalhos e agregar valores em suas atividades”, destacou Simone frisando a importância de que o espaço seja destinado para comerciantes, produtores e artesãos da região.

O chefe da Seção de Feiras, Deyvid Silva, disse que nos próximos dias será feito um croqui da distribuição das barracas e apresentado aos feirantes. Ele ressaltou que durante a fase experimental não será cobrada a padronização das barracas, enfatizando que a iniciativa faz parte das propostas de governo da prefeita Elisa Araújo de levar atrativos às nossas agrovilas, valorizando a vocação de cada região e fomentando os integrantes da Agricultura Familiar.

Confira outras notícias: