Previous
Next
Previous
Next

Aniversário de 202 anos de Uberaba terá muita arte e cultura nas escolas e Cemeis

Compartilhe este post

“Uberaba: sua história contada por meio da Arte e da Cultura” é o tema do projeto que será desenvolvido pela Secretaria de Educação de Uberaba (Semed) para as comemorações, na rede municipal de ensino, dos 202 anos da cidade que serão completados no dia 2 de março.

As atividades contidas no projeto incluem, como sugestão, a promoção de um “Festival Cultural” – em cada uma das 75 unidades de ensino –, a partir desta quarta-feira, 23, até o dia 25 – com possibilidade de serem ampliadas para os dias 3 e 4 de março.

Os alunos da rede vão mergulhar no universo de artistas como o ator e dublador Aldo Roberto, o palhaço Salsichachau, entre tantos outros personagens; Pedro Amui, compositor, músico e professor; Reis Junior, artista, professor e jornalista; Marcus Vinicius Resende Gonçalves, o Markito, estilista; Joubert de Carvalho, médico e compositor de sucessos como Ta-hi; Black Pantera, banda de crossover thrash, formada em Uberaba, e a professora Eunice de Sousa Lima Pühler – que dá nome a uma escola da rede municipal de ensino –, também escritora, poetisa e ensaísta, entre tantos outros nomes das artes uberabenses.

As ações foram elaboradas pela Diretoria de Apoio à Educação Básica, por meio do Departamento de Arte e Cultura, e tem como público-alvo os mais de 27.220 alunos matriculados na rede municipal.

As atividades serão desenvolvidas nas unidades de Educação Infantil e Ensino Fundamental, levando em conta as características e especificidades de cada ano de escolaridade.

“Esse projeto tem o intuito de legitimar, aplaudir e valorizar nossos talentos”, afirmou a diretora de Apoio à Educação Básica, Maria Inez Pucci de Martino Prata. Segundo ela, a organização do “Festival Cultural” deverá transcorrer de forma dinâmica, autônoma, interativa e democrática, para que os alunos sejam os protagonistas, exibindo produções artístico-culturais, como apresentações, exposições, recitais, peças teatrais entre outras.

Conforme explicou a chefe do Departamento de Arte e Cultura da Semed, Cinara Guimarães, os alunos terão como base de estudos a pesquisa e a interação com o fazer artístico de uberabenses renomados, considerados referências das artes e de diversas manifestações socioculturais.

Cinara pontuou que, para além de suas riquezas naturais, o Município é projetado para o mundo como um relevante centro regional e cultural, ao realizar encontro musicais, recitais de música erudita, exposições de artes plásticas, cursos e oficinas artísticas.

“Percebemos o quanto, ao longo dos seus 202 anos, diversos artistas contribuíram para o desenvolvimento de Uberaba em variadas áreas e perspectivas, visto que alguns destacam-se, ainda hoje, ao levar o nome da cidade a outras localizações, a partir dos horizontes da arte e da cultura”, acrescentou Maria Inez. Ela ressaltou, ainda, que o projeto propõe um reconhecimento dos artistas locais.

Confira outras notícias: