Aprendizes da Feti participam de palestra sobre conduta profissional e pessoal

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Ação integra o projeto Jovens do Futuro realizado pela palestrante e desenvolvedora de pessoas, professora Ana Tomé, em parceria com a Feti

Aprendizes da Fundação de Ensino Técnico Intensivo “Dr. Rene Barsam” (Feti) participaram, na quarta-feira (7), de palestra promovida pela desenvolvedora de pessoas, professora Ana Tomé, que é coordenadora do projeto Jovens do Futuro. O tema do encontro foi “Os quatro compromissos – O livro da filosofia tolteca”, que aborda a conduta profissional e pessoal dos indivíduos e tem como proposta transformar a vida das pessoas com pequenas atitudes.

O encontro faz parte do programa Jovens do Futuro realizado pela palestrante, em parceria com a Feti, e foi realizado de maneira presencial, seguindo todos os critérios de distanciamento social em virtude da Covid-19.

Os alunos da turma 41, liderados pelo professor Chafi Haddad, puderam conhecer mais sobre “os quatro compromissos para uma vida mais feliz”. De acordo com a palestrante, os temas são abordados pensando como o aprendiz pode contribuir nas empresas e como se destacar no mercado de trabalho, muitas vezes, com pequenas atitudes comportamentais.

“O programa Jovens do Futuro é fruto de um sonho que foi possível realizar através da Feti. O programa teve início em 2019 quando treinamos cerca de 500 jovens. Desde 2020, por conta da pandemia de Covid-19, as turmas passaram a ser on-line, mas não deixamos de trabalhar o nosso principal objetivo que é criar oportunidades para que os nossos jovens possam se inserir no mercado de trabalho por meio da orientação”, explicou Tomé.

Entre os temas abordados estão as principais competências que o mercado de trabalho requer de um bom profissional. “O plano trabalha cinco pilares que são: comportamental, cultural, qualidade de vida, profissional e acadêmico. Com base nesses pilares, trabalhamos vários temas com os jovens que são distribuídos em oito encontros. Falamos como os jovens devem lidar com as suas emoções, inteligência emocional, ética, empatia, cooperação. Ainda sobre a comunicação, como falar em público, a importância do ouvir, proatividade, criatividade, processos de mudanças, dentre outros. Dessa maneira, os jovens estarão mais preparados para enfrentar os desafios do mercado de trabalho se tornando mais atrativos para as organizações”, reforçou.

A aprendiz Daniele Cristina de Lima Rodrigues afirmou que aprendeu muito com o projeto e tem certeza que o tema proposto mudará a sua vida pessoal e profissional. “Tive um crescimento pessoal para falar em público. A professora Ana Tomé nos acrescentou muito, abordando temas relacionados ao nosso desenvolvimento pessoal e para o mercado de trabalho. Tenho certeza que este projeto fará muita diferença na minha vida!”, destacou.
O projeto Jovens do Futuro é uma das ações realizadas pela Feti atendendo à diversificação de temas propostos pela Lei Federal 10.097/2000, conhecida como Lei da Aprendizagem.

Confira outras notícias:

Opinião

TDAH e os desafios na escola

*Margarete Chinaglia Na escola, há crianças que sentem como um turbilhão de coisas acontecendo ao mesmo tempo: são lápis e