Previous
Next
Previous
Next

Bombeiros realizam buscas por idoso na região do córrego dos Carneiros, homicídio não está descartado

Compartilhe este post

Desaparecimento de idoso de 88 anos mobiliza equipes do Corpo de Bombeiros Militar. Segundo repassado à Folha Uberaba, o idoso que é morador da rua Padre Eddie Bernardes reside sozinho, e está desaparecido desde o último domingo, 29. O filho dele acionou os bombeiros e relatou que imagens de câmeras de segurança mostram um casal chegando a casa juntamente com o aposentado por volta de 18h33min, passados alguns minutos, o homem sai sozinho e a mulher sai por volta de 19h20min mostrando agitação, ela inclusive chega a desferir murros contra o portão. As imagens mostram o idoso saindo da casa por volta de 22h14min e segue sentido a rua das Laranjeiras com rua Palmira Cecília, não sendo mais visto.

Segundo informações o idoso possuía a quantia de três mil reais em casa e o dinheiro não foi encontrado. Através das câmeras de segurança, a polícia chegou ao casal que estava em um barraco na rua Topázio próximo ao córrego dos Carneiros. Em conversa com o casal, o homem de 33 anos, disse que ao chegar a casa do idoso ele lhe deu 20 reais, não sabendo explicar a razão de ter recebido o dinheiro, e que saiu em seguida deixando a mulher lá. A mulher de 44 anos, disse que foi até a residência por ter sido chamada para fazer um programa sexual com o idoso e que após a saída do seu companheiro, o idoso tentou manter relação a força com ela, o que a irritou. Mais tarde, segunda ela, o idoso foi até o barracão e armado com uma arma de fogo a acusou de ter roubado o dinheiro, ele revirou seus pertences e disse que não ia mata-la por não valer a pena. Ela caiu em contradição algumas vezes, dizendo que estava só e as vezes que o seu companheiro estava presente.

Segundo ela, após as ameaças o idoso saiu pela rua Topázio sentindo rua Rubem Félix. A mulher relatou que, após o idoso ir embora, chegou ao local uma amiga dela que, ao tomar conhecimento das agressões, disse que isso não ficaria assim, que passaria para indivíduos ligados a organização criminosa e o caso seria colocado no “desembolo”.

O casal foi encaminhado à delegacia, uma vez que estavam de posse de drogas e o caso segue sendo investigado, assim como as buscas pelo aposentado.

Confira outras notícias: