Previous
Next
Previous
Next

Ceasa de Uberaba registra queda acentuada no preço da batata

Compartilhe este post

A cotação Ceasa desta segunda-feira (16) na “pedra” do produtor em Uberaba apresentou como maior destaque a queda acentuada no preço da batata lisa, chegando a quase 60%.

De acordo com o diretor de Abastecimento da Secretaria do Agronegócio (Sagri), Mauro Genésio, 28 horticultores participaram das comercializações hoje, na unidade da Ceasa. Eles ocuparam 39 espaços na “pedra” do produtor.

Entre os hortifrutigranjeiros que sofreram queda nos preços, neste começo de semana, destaque para a batata lisa. O produto caiu de R$280,00 para R$160,00 a saca com 50 quilos. A redução foi de mais 57% em comparação ao valor praticado na última semana. A explicação para esta queda brusca, segundo Mauro, deve-se à chegada da frente fria e ao aumento da oferta do produto no mercado.

A cenoura também sofreu queda com a caixa de 22 quilos descendo de R$100,00 para R$80,00. Mesma situação para vagem, cebola e jiló. A vagem baixou de R$90,00 para R$80,00 a caixa com 13 quilos, cebola de R$80,00 para R$75,00 o saco com 20 quilos, e o jiló, que foi vendido a R$65,00 a caixa com 16 quilos. Antes, estava a R$70,00.
Outra boa parte dos produtos operou no mercado estável nesta segunda. Foram os casos do tomate vendido a R$80,00, abobrinha menina também R$ 80,00, beterraba – R$70,00 e laranja – R$40,00, todos caixa com 22 quilos, além da banana nanica – R$ 31,00 a caixa com 18 quilos. Estes produtos seguem com os mesmos preços da semana passada.

Apesar do tempo frio, o preço da alface não sofreu alteração na Ceasa de Uberaba. Foi vendida, a dúzia, pelos mesmos R$30,00 da última semana.

Aumento nos preços, que mereça destaque, apenas para o quiabo e a couve.  O quiabo subiu de R$90,00 para R$100,00 a caixa com 14 quilos, enquanto que a couve passou de R$25,00 para R$30,00 a dúzia.

As comercializações na “pedra” do produtor retornam na quinta-feira, dia 19, das 5h30 às 10h.

Confira outras notícias: