Ceasa registra preços estáveis na abertura das comercializações em abril

Compartilhe este post

As comercializações na “pedra”, na Ceasa de Uberaba, abriram esta primeira semana de abril, neste dia 3, com preços estáveis dos hortifrutigranjeiros. Porém, a alta vertiginosa no preço do chuchu e queda do mamão formosa despertaram a atenção.
Segundo informou o diretor de Abastecimento na Secretaria do Agronegócio, Mauro Genésio, 22 pequenos produtores participaram das comercializações nesta segunda. Eles ocuparam 34 espaços na “pedra” da Ceasa.

De modo geral, a maioria dos produtos comercializados na Ceasa manteve os mesmos preços da última semana. Foram os casos da batata lisa – R$150,00 a saca com 50 quilos, cenoura – R$90,00, mandioca – R$80,00, tomate também R$80,00, beterraba e jiló- ambos 70,00 a caixa cada e repolho – R$50,00 o engradado com 30 quilos.

Também seguem no mercado estável, a vagem e o quiabo, valendo R$150,00 e R$60,00, respectivamente. Mesma situação para algumas frutas, como a laranja que continua sendo vendida a R$45,00 o saco com 22 quilos, melão – R$50,00 a caixa e banana nanica – R$56,00 a caixa com 16 quilos. As folhosas alface e couve também mantiveram os preços da última semana. Ambas, R$40,00 a dúzia.

Entre as elevações de preços chamou a atenção o do chuchu. Nesta segunda-feira, o produto pulou de R$20,00 para R$60,00 a caixa com 22 quilos. Um aumento de 200%. A abobrinha menina também subiu, de R$60,00 para R$80,00 a caixa. Idem para a cebola amarela que foi majorada em R$5,00 em cada saco, passou de R$55,00 para R$60,00.

Já a principal queda, na cotação Ceasa deste comecinho de abril, foi registrada pelo mamão formosa. O produto baixou de R$140,00 para R$80,00 a caixa com 18 quilos. Outro que teve redução de preço foi a banana prata. Após queda acentuada no final de março, a banana prata voltou a cair nesta segunda, baixando de R$56,00 para R$46,00 a caixa.
As comercializações na “pedra” serão retomadas na quinta-feira (dia 6), véspera de feriado. Os trabalhos começam as 5h30.

Confira outras notícias: