Previous
Next
Previous
Next

Conferência Municipal de Igualdade Racial começa na próxima terça

Compartilhe este post

A Fundação Cultural de Uberaba – Professor Antônio Carlos Marques (FCU), por meio da Coordenadoria de Políticas de Igualdade Racial e do Conselho Municipal de Conselho Municipal de Promoção à Igualdade Racial (Compir), vai promover, nos dias 10 e 11 de maio, no anfiteatro da Prefeitura Municipal, a V Conferência Municipal de Igualdade Racial. O objetivo é discutir as questões relacionadas ao tema “Uberaba Antirracista” e estabelecer o Plano Municipal de Igualdade Racial para os próximos cinco anos. O evento, aberto a toda a comunidade, contará com palestras e debates.

Na terça-feira (10), às 18h, acontecerá o credenciamento na entrada do anfiteatro. O público terá acesso ao certificado de participação. A abertura oficial será realizada às 19h, com apresentações culturais e demais informes sobre a Conferência. A partir das 20h, será ministrada uma palestra com a Profa. Dra. Maria Cristina de Souza, do Programa de Extensão de Temas Raciais da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), sobre os desafios e perspectivas do movimento negro em Uberaba. Ao final da fala, as pessoas poderão participar de debate sobre as temáticas raciais.

Na quarta-feira (11), o credenciamento será às 8h e, logo após, às 9h, a palestra “Interferências do racismo estrutural na promoção da equidade racial da escola”, com a Profa. Dra. Ms. Rosa Margarida C. Rocha. Em seguida, o Prof. Dr. Aílton de Souza Aragão, do Núcleo de Pesquisas em Saúde e Sociedade da UFTM, vai conversar sobre igualdade racial, abordando os dilemas de ontem e as perspectivas de hoje.

Depois do intervalo, às 14h, a Conferência seguirá para a organização dos seus quatro eixos de trabalho. Os grupos são: eixo 1 – Enfrentamento do racismo e de outras formas correlatas de discriminação étnico-racial e étnico-cultural; eixo 2 – Enfrentamento de todo tipo de violência praticada por meio das invasões de território; eixo 3: Enfrentamento da intolerância religiosa; e eixo 4: Desenvolvimento da igualdade étnico-racial e étnico-cultural pela promoção da igualdade de oportunidades.

A plenária para compartilhar os resultados de cada grupo será realizada às 15h. A partir daí, a programação traz, ainda, as deliberações da V Conferência Municipal de Igualdade Racial e a escolha de representantes da etapa estadual.

“É uma oportunidade ímpar de tratar dos assuntos relacionados ao nosso povo. Vamos falar de discriminação, das formas correlatas do racismo e da intolerância religiosa, pensando em maneiras de combatê-las”, explicou o coordenador de Políticas de Igualdade Racial, Reginaldo da Silva.

A presidente do Compir, Maria Abadia Vieira da Cruz, também reforçou o convite para que congadeiros, moçambiqueiros, vilões, catopés e afoxés de Uberaba participem da Conferência. “Vamos construir, juntos, políticas públicas afirmativas para o nosso povo”, finalizou.

Confira outras notícias: