Confira o cotação de preços da Ceasa praticados nesta segunda

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Ceasa de Uberaba registrou nesta segunda-feira (25) a comercialização de 65 toneladas de hortifrutigranjeiros na “pedra” do produtor. O tomate, carro-chefe das vendas, manteve o preço no mercado aquecido.

De acordo com o diretor de Abastecimento da Secretaria do Agronegócio, Mauro Genésio, 28 horticultores participaram das comercializações neste começo de semana, com ocupação de 36 espaços.

Na cotação Ceasa desta segunda, Mauro informou que o preço do tomate se manteve firme no mercado. Porém, o valor foi o mesmo da última semana, com a caixa de 22 quilos sendo vendida a R$150. Há cerca de 10 dias, o tomate chegou a valer R$220 a caixa.

Outros dois produtos, o jiló e o quiabo também continuam no mercado aquecido, mas com ligeiras quedas. A caixa de jiló baixou de R$150 para R$120, enquanto que o quiabo, caixa de 14 quilos, desceu de R$120 para R$100.

Mas queda acentuada mesmo, ressaltou o dirigente da Sagri, teve a abobrinha. “O produto que na última semana chegou a custar entre R$100 e R$130, nesta segunda foi comercializado por até R$50 a caixa de 22 quilos. Queda de mais de 100% numa comparação com as últimas cotações”, comentou.

A cotação Ceasa também registrou quedas nos preços da vagem e do repolho. A primeira caiu de R$120 para R$90 a caixa de 13 quilos e o engradado de repolho, 30 quilos, ficou entre R$30 e R$25.

Em alta, nesta última semana de outubro, aparecem alface, beterraba e laranja. A dúzia de alface foi comercializada a R$25,00 (antes R$18,00). Já a beterraba subiu de R$30 para R$45 a caixa de 22 quilos, mesma majoração da laranja pera, também 22 quilos, que pulou de R$30 para R$45 na cotação deste dia 25.

A próxima “pedra” do produtor, na Ceasa Uberaba, acontece na quinta-feira, dia 28 de outubro, a partir das seis da manhã.

Confira outras notícias: