Previous
Next

Idoso é multado em mais de R$ 228 mil por manter aves em cativeiro

Compartilhe este post

Foto: Divulgação
Aves foram encontradas em residência no bairro Boa Vista após denúncias

Policiais militares encontraram e apreenderam 150 aves da fauna silvestre brasileira que estavam sendo mantidas em cativeiro em uma residência no município. Um homem acusado de maus-tratos á animais foi detido e multado em mais de R$ 228 mil.
Segundo informações apuradas pela Folha Uberaba, a apreensão aconteceu em uma residência na rua Polônia no bairro Boa Vista, onde as equipes da Polícia de Meio Ambiente da 5ª Companhia Independente de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário da Polícia Militar compareceram após denúncias anônimas que informavam sobre aves que estavam sendo mantidas em cativeiro e prática de rinha. No imóvel os policiais abordaram um morador de 62 anos, o comunicaram sobre o teor da denúncia e durante vistorias na casa as equipes encontraram 150 aves, sendo 149 canários da terra e um sabiá que estavam mantidos em cativeiros dentro de gaiolas e sem anilhas. Ao ser questionado, o envolvido relatou que era criador/amador, mas que não tinha conseguido as anilhas para os animais, devido a inconsistência do sistema do IBAMA. Ainda em verificações no imóvel no imóvel os militares apreenderam 27 gaiolas que mantinham as aves em cativeiros, além dos 150 pássaros. Eles fizeram a multa ambiental para o acusado no valor de 45.450 Unidade Fiscal de Minas Gerais (Ufemg), valor esse convertido, corresponde á R$ 228.927,10. As aves apreendidas foram levadas para o Hospital Veterinário em Uberaba, onde passaram por exames e posteriormente foram reintegradas à natureza.

Confira outras notícias: