Inaugurado Centro de Produção e Pesquisa em Fitoterápicos em Uberaba

Compartilhe este post

A Prefeitura de Uberaba participou, nesta sexta-feira (12), da inauguração do Centro de Produção e Pesquisa em Fitoterápicos da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (Cefito-UFTM), unidade instalada no campus da Univerdecidade.

Em junho de 2022, foi assinado o acordo de cooperação técnica e científica entre a Secretaria Municipal de Saúde e a UFTM, para ações de implantação e estruturação do Cefito e da Farmácia Viva em Uberaba, prevista para operar a partir do ano que vem.

Durante a solenidade, a prefeita de Uberaba, Elisa Araújo, destacou a importância do projeto concretizado. “Faço referência ao ex-vice prefeito João Gilberto Ripposati que, em 2002, enquanto vereador, propôs a lei municipal que instituiu a Farmácia Viva, por meio do SUS, uma iniciativa pioneira. Agradeço também ao fitoterapeuta Enézio de Paulo a contribuição para que esse momento fosse possível. Há mais de 40 anos ele já realiza esse trabalho e tinha como sonho alinhar esse saber com o científico. Parabenizo a todos os envolvidos pelo empenho e legado que vai fazer diferença na vida das pessoas”, disse a chefe do Executivo Municipal.

A prefeita também agradeceu à ex-deputada federal Alê Silva, que acreditou no projeto e destinou, por meio de emenda parlamentar, R$1.500.000,00, sendo R$200.000,00 para despesas de custeio e R$1.300.000,00 para despesas de investimento.

O reitor da UFTM, professor Luiz Fernando Resende dos Santos Anjo, destacou que o Centro será uma importante contribuição para a saúde da região. “O Cefito é uma importante contribuição da UFTM, não só para o campo do ensino, da pesquisa e extensão, é uma oportunidade de colaborar com a saúde do Município por meio de produtos fitoterápicos. A UFTM e o Município construíram uma importante parceria que irá contribuir e muito para a comunidade”, afirmou.

Para o pró-reitor de Planejamento da UFTM, Kedson Palhares Gonçalves, Uberaba é, tradicionalmente, uma cidade que produz fitoterápicos pela cultura popular.
“Um dos objetivos do Cefito é o de transformar o conhecimento popular em conhecimento científico com fins de beneficiar a população mais carente, principalmente, aquela que está ligada diretamente ao SUS. Além do processo de pesquisa, o espaço servirá para convergência da discussão sobre o tema, agregando diversas outras instituições públicas, de forma a promover o ensino, oportunidades de estágios, inovação e proporcionando ainda mais o desenvolvimento da Universidade. De fato, o Cefito será um marco na história da UFTM”, disse ele.

O Cefito tem como proposta ser mais um braço multiusuário da pesquisa, ensino e extensão na instituição de ensino superior, mas com foco na produção de fitoterápicos e também de pesquisas sobre os efeitos desse tipo de tratamento.

Confira outras notícias: