Jornada de Diabetes e Hipertensão atrai centenas de interessados

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com mais de 500 visualizações, no encerramento, é avaliada como sucesso a I Jornada Científica de Hipertensão e Diabetes. O encontro virtual de profissionais de saúde, organizado pelo Centro Municipal de Diabetes e Hipertensão de Uberaba (Cemdhi), reuniu na quinta-feira (11) nomes de especialistas de várias partes do país, com o tema “A atenção primária em saúde como protagonista no cuidado do diabetes”.

Apoiada pela Secretaria Estadual de Saúde, a jornada foi aberta com saudação da prefeita Elisa Araújo, por vídeo em que ela destacou que “o debate científico e a vontade política de fazer bem e melhor para a população devem sempre caminhar juntos. É na base, lá no atendimento primário, que nós podemos detectar e combater o diabetes”, disse.

Conforme lembrou a chefe do Executivo, no Brasil, sete por cento da população convive com a doença e este número é bem maior quando se fala também em hipertensão. Além disso, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, a hipertensão já atinge trinta por cento dos brasileiros.

O secretário de Saúde de Uberaba, Sétimo Bóscolo, também participou da abertura do evento. Segundo ele, “o Cemdhi é um caso consagrado de sucesso. É uma instituição que nasceu há pouco mais de um ano, com milhares de casos atendidos, apesar do período de pandemia. Um trabalho que evita o sofrimento de muitas pessoas”.

O Cemdhi foi inaugurado em 8 de julho de 2020. É um centro especializado de apoio e capacitação à rede básica nos atendimentos a pacientes diabéticos de difícil controle, pé diabético e hipertensos resistentes ao tratamento, informou a diretora clínica, endocrinologista Elisabete Aparecida Mantovani Rodrigues de Resende, mediadora da jornada.

Já foi implantado no Cemdhi, informou Resende, o Serviço de Cuidado do Pé Diabético. Conta com equipe multiprofissional especializada e atenderá toda demanda do município.

Desde o início deste ano até o momento (31 de outubro), foram realizados em média 4.711 atendimentos de endocrinologia, 3.287 atendimentos de cardiologia, 382 atendimentos de nefrologia, 600 procedimentos de curativos de pés diabéticos.

Confira outras notícias: