Previous
Next

Lar de idosos é interditado após 44 internos testarem positivo para Covid-19, contaminação em funcionários também foi confirmada

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Foto ilustrativa

O Governo Municipal, por meio da Vigilância em Saúde, interditou um Lar de Longa Permanência de Idosos e adotou medidas de contenção para o controle de casos de Covid-19 registrados. De acordo com informações da Secretaria de Saúde (SMS), entre os contaminados por Covid estão 44 idosos e 6 funcionários (um da cozinha e cinco cuidadoras).

A direção da instituição acionou o Departamento de Epidemiologia da SMS na sexta-feira (20), quando informou sobre um funcionário com suspeita de Covid, afastado, e um interno encaminhado para uma das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), com sintomas da doença. Já na sexta-feira, a Saúde Municipal providenciou atendimento médico pela equipe da Atenção Básica e a assistência prossegue nesta semana.

Na segunda-feira (23), todos os internos sintomáticos foram testados, com a constatação de 23 casos positivos/Covid. Além deles, 5 funcionários também tiveram testes positivos/Covid. Houve, também nesta data, inspeção no local por parte das equipes de Vigilância Epidemiológica e Vigilância Sanitária.

A instituição foi interditada pela Vigilância Sanitária para as providências de controle da situação, considerando-se também a insuficiência de profissionais cuidadores. Foi providenciada a sanitização do local, com isolamento dos internos positivos. Na terça-feira (24), foi realizada a testagem dos idosos e colaboradores que aguardavam o período adequado para o exame. Com isso, totalizaram-se os 49 positivados.

Técnicos da Saúde Municipal seguem monitorando a situação e adotam os procedimentos necessários para a assistência aos internos.

Confira outras notícias: