Município segue fiscalizando comércio, por meio da Vigilância Sanitária

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Departamento de Vigilância Sanitária segue com a fiscalização junto ao comércio, em especial os supermercados, apurando denúncias de superlotação apresentadas no setor durante a semana passada.

De acordo com a chefe do Departamento, Patrícia Ferreira Bizinoto, os fiscais estão cobrando a readequação de planos de contingência, organização de filas com o espaçamento adequado, e verificando a presença de um funcionário de cada estabelecimento destacado para aferir constantemente o cumprimento das regras.

Os fiscais da Vigilância estão analisando também os refeitórios dos estabelecimentos, onde é recomendada uma escala de revezamento, a fim de se evitar aglomeração entre os empregados.

“Um dos problemas verificados foi o cálculo incorreto para definir a quantidade de consumidores, dentro dos estabelecimentos. Em muitos deles, a empresa vinha organizando a entrada de clientes, sem levar em conta o número de funcionários presentes. Além disso, os espaços ocupados por gôndolas, freezers, móveis, bancadas de frutas e verduras, entre outros, devem ser também considerados no cálculo de espaço disponível”, esclareceu Patrícia.

Confira outras notícias: