Previous
Next

Penúltima Pedra de 2023 tem diversas oscilações de preços

Compartilhe este post

As comercializações na Pedra do Produtor desta quarta-feira (27), em Uberaba, não apresentaram predominância de mercado, embora os preços continuem aquecidos.
De acordo com o diretor de Abastecimento da Secretaria do Agronegócio (Sagri), Deyvid Carvalho, apenas 17 produtores participaram das vendas nesta quarta. Eles ocuparam 26 espaços na Pedra da Ceasa.

Dos 18 hortifrutigranjeiros mais procurados, conta o dirigente, sete mantiveram os preços da última semana. Foram os casos da abobrinha menina – R$100,00 a caixa, mandioca – R$80,00 e repolho – R$70,00 o engradado. Estabilidade também nos preços da laranja pera rio e o melão, respectivamente, R$65,00 e R$60,00 a caixa.

As duas principais folhosas também seguem com os preços da cotação passada. Alface vendida a R$40,00 a dúzia e couve, R$30,00.
Já as majorações chegaram a seis, na unidade de Uberaba. A vagem pulou de R$180,00 para R$200,00, o tomate de R$130,00 para R$140,00, a cenoura foi vendida a R$85,00 (antes R$75,00) e a beterraba subiu de R$70,00 para R$80,00 a caixa.

Entre as frutas, as bananas nanica e prata seguiram em alta. A prata pulou de R$137,00 para R$143,00 e a nanica foi comercializada, nesta quarta, a R$67,50. Antes, R$49,50 a caixa.
Outros cinco produtos registraram queda nos preços. O valor da batata continua alto, mesmo assim houve uma queda de R$10,00 na cotação de hoje (de R$220,00 para R$210,00 a saca). A cebola também baixou de preço – de R$100,00 para R$95,00, assim como jiló e quiabo. O primeiro baixou de R$60,00 para R$40,00 e o quiabo caiu de R$60,00 para R$50,00 a caixa. Outra queda foi a do mamão formosa. A fruta baixou de R$80,00 para R$68,00 nesta penúltima comercialização de 2023.

A última Pedra do ano, em Uberaba, acontece no sábado, dia 30, em atividade que será compartilhada com a Feira do Produtor. Os negócios por lá são a partir das 5h.

Confira outras notícias: