Previous
Next

PMU agiliza serviços de recuperação de vicinais

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Aproveitando o período de estiagem, o Governo Municipal, por meio da Secretaria do Agronegócio (Sagri), segue intensificando melhorias nas estradas rurais do Município. Nesta semana, as frentes promoveram manutenções nas regiões da Capelinha do Barreiro e Sucupira.

Como a malha rural no Município perfaz mais de 5.500 quilômetros, salientou o diretor de Estradas da Sagri, Álvaro Andrade, que é fundamental aproveitar corretamente e de maneira intensa o período da seca, visando recuperar o máximo das vicinais no Município. “É isto que vem sendo feito desde maio, inclusive, realizando melhorias em estradas que há muitos anos não recebiam estes serviços da Prefeitura”, garantiu o dirigente.

Nesta semana, relatou Álvaro, foram executados serviços de conservação de estradas nas proximidades da comunidade da Capelinha do Barreiro. “Os trabalhos incluíram limpeza completa dos trechos, alargamento e nivelamento de pistas, reabertura de curvas de nível e construção de bolsões para contenção das águas das chuvas”, descreveu o diretor da Sagri.

Também nesta terceira semana de agosto, a pasta do Agronegócio realizou manutenção ao longo da Ura 090, trecho compreendido entre as comunidades da Palestina, Estação do Eli e Sucupira. “Os serviços contaram com parceria da Usina Vale do Tijuco, sendo utilizados materiais como cascalho e vinhoto”, relatou Álvaro Andrade, destacando que a região é grande produtora de grãos, cana-de-açúcar e eucaliptos, sendo uma constante a passagem de caminhões bitrens pelo local, exigindo muito da estrada.

O dirigente informa ainda que foram concluídos trabalhos de recuperação de duas pontes, sendo uma sobre o ribeirão Mutum, em Santa Rosa e outra, sobre córrego na região do Catetinho. “Além de troca das tábuas e madeiras danificadas, o equipamento do Mutum teve o tabuleiro ampliado para possibilitar a passagem de máquinas largas, como colheitadeiras.” De acordo com dados repassados pela Sagri, há outras seis pontes que precisam ser reformadas, porém, os projetos estão em avaliação e a liberação será por ordem de prioridade no item desgaste.

Confira outras notícias: