Previous
Next
Previous
Next

Potencial do mercado halal é apresentado a empresários de diversos segmentos

Compartilhe este post

Na terça-feira (31), o Governo Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação (Sedec), promoveu encontro com empresa referência global em certificação halal, a Cdial Halal, para apresentação do potencial desse mercado em expansão que possibilita atuar não só em produtos, mas também em serviços. O evento teve a parceria do Governo de Minas, por meio do Invest Minas e Fiemg Regional Vale do Rio Grande.

Para o diretor da Cdial Halal, Ahmad M. Saifi, o evento foi um sucesso. “Tivemos diversos tipos de empresas presentes que podem criar parcerias, o que é possível no mercado halal. Quando você se certifica em um mercado ainda pequeno, você consegue abrir portas dentro desse mercado. Por exemplo, se você tem um produto de limpeza/sanitizante halal você consegue abrir portas nas empresas que fazem produtos halal. Agradeço a Prefeitura, a Secretaria de Desenvolvimento e a Fiemg pela receptividade e por terem conseguido engajar as empresas presentes”, afirmou.

Para Saifi, entender o potencial do mercado halal é o primeiro passo para uma possível certificação e exportação, sendo o grande troféu do evento.

A prefeita de Uberaba, Elisa Araújo, contou que conheceu a Cdial Halal em novembro do ano passado quando esteve em Dubai, na missão empresarial promovida pela Fiemg e Governo do Estado. “Tivemos a oportunidade de conhecer o mercado halal, que é um nicho de mercado relevante de consumo, não só no Brasil, mas no mundo, e entendemos que havia uma oportunidade aos nossos empresários locais, que têm produtos de qualidade e que podem se certificar para vender pro mundo inteiro. Como sempre digo, de Uberaba para o mundo”, ressaltou.

A secretária adjunta da Sedec, Cynthia Bessa de Sousa, disse que foi uma oportunidade dos empresários locais se destacarem ainda mais no mercado halal, tendo novas oportunidades de retorno com a certificação.

De acordo com dados da empresa Cdial Halal, esse mercado representa 1/4 da população mundial. Os principais países consumidores são Indonésia, Bangladesh e Egito. Só em 2019, o total movimentado pelo mercado de comida halal foi de US$ 200 bilhões.

O mercado halal, palavra árabe que significa lícito e permitido, na agroindústria remete à certificação de carnes, vegetais, grãos, e qualquer outro alimento, além de insumos, produtos cosméticos e farmacêuticos destinados aos povos muçulmanos que seguem o islamismo em todo o mundo.

A certificação halal atesta a qualidade da produção, da confiabilidade, da rastreabilidade e do cumprimento dos requisitos de segurança em todo o seu processo. Abrange desde a matéria-prima, todo o processo de produção, higienização, armazenagem e transporte.

Com mais de 36 anos de história, atuando exclusivamente como certificadora Halal, a Cdial Halal é reconhecida mundialmente por órgãos acreditadores, governos, instituições religiosas e empresas que são referência em atender aproximadamente 2 bilhões de mulçumanos em todo o mundo. A Certificação Halal garante a segurança e a qualidade dos serviços e produtos em todas as etapas da cadeia de suprimentos e atua (com reconhecimento) em mais de 150 países do mundo. Atualmente, cerca de 600 empresas brasileiras contam com a certificação e a proposta é que esse número aumente cada vez mais.

Presentes no evento, empresários dos segmentos de vestuário, alimentos sem glúten, doces, sorvetes, mandioca, café, refrigerante, exportador, despachante aduaneiro, produtos de higiene e limpeza, mármore e granito.

Confira outras notícias: