Previous
Next
Previous
Next

Prefeitura Municipal discute com permissionários reforma no Mercadão

Compartilhe este post

O Governo Municipal estudará alternativa para executar a obra de reforma e ampliação do Mercadão sem a transferência dos permissionários para outro imóvel. A decisão foi acordada em reunião nesta terça-feira (24) entre a prefeita Elisa Araújo e os comerciantes. Estiveram presentes o secretário de Agronegócio, Agnaldo Silva, e o secretário interno de Serviços Urbanos e Obras, Pedro Arduini.

A maioria dos lojistas se posicionaram contra deixar o Mercadão durante revitalização. Entre os motivos, segundo os comerciantes, está a dificuldade em levar a estrutura de venda para outro espaço, como as câmaras frias, receio de queda acentuada no faturamento e os prejuízos acumulados pela pandemia. Por outro lado, o Município ponderou questões como segurança, higiene e agilidade na obra.

Diante das discussões, ficou acordado que o Governo Municipal estudará alternativas para realizar a obra por etapas, conforme sugeridos pelos permissionários. O Município ainda se reunirá com empresas de engenharia para analisar a possibilidade. “O Mercadão precisa dessa melhoria já há algum tempo e acredito que esse entendimento seja unânime. Agora a gente precisa unir esforços para conseguir fazer essa obra o mais rápido possível”, enfatizou a prefeita.

A administração pública também se comprometeu a apresentar o projeto de revitalização do Mercadão de forma detalhada aos permissionários, oportunidade em que poderão sanar todas as dúvidas. O edital completo da obra foi publicado nesta semana. O investimento será de R$ 4,8 milhões.
 
Houve reconhecimento por parte dos permissionários da intenção do Governo Municipal em avançar nas negociações. “Nós vamos chegar a um ponto em comum e vamos conseguir fazer essa reforma da melhor maneira possível”, disse o presidente da Associação dos Permissionários do Mercado Municipal, Sérgio Manzan.

A obra do Mercadão prevê reformas hidráulico-sanitárias, elétrica, novo telhado, instalação de elevador, pintura geral do prédio e reforma do entorno do Mercado com novo piso. As empresas interessada têm até 23 de junho para apresentar a proposta.

Confira outras notícias: